Novembro Azul

O câncer de próstata mata um homem a cada 40 minutos. Mesmo assim, ainda existe um tabu entre eles quando o assunto é o diagnóstico precoce da doença. 

 

Diagnóstico precoce pode aumentar a chance de cura em 80% dos casos

 

Após o programa de conscientização sobre o câncer de mama, Outubro Rosa, o Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia - SBU, idealizou o Novembro Azul, com o objetivo de esclarecer a importância dos exames de rastreamento do câncer de próstata, doença que acomete um a cada seis homens no país.

De acordo com a SBU, 69 mil casos da doença podem ser somados somente em 2014, e 13 mil brasileiros devem morrer em decorrência da patologia, mesmo o diagnóstico precoce podendo aumentar a chance de cura em 80% dos casos. A descoberta é feita por meio de um exame de sangue PSA e também do toque retal. E é aí que mora o problema. O preconceito masculino é um dos fatores que dificulta a procura por exames e tratamentos, porém, segundo o Dr. Flávio Iizuka, urologista do Hospital Leforte, o acesso à informação tem mudado essa realidade. “A única forma de reduzir este preconceito é por meio das campanhas de orientação que explicam a importância do exame do toque retal, que é indolor e leva de 10 a 15 segundos. Realizar rastreamento apenas com dosagem de PSA e sem fazer o toque retal, pode deixar passar os casos mais agressivos de câncer de próstata”, explica.

Silencioso, grande parte dos casos da doença são assintomáticos. Alguns têm alterações no hábito urinário como dor ao urinar, urina em gotejamento ou maior número de vezes que vai ao banheiro. Além disso, casos de metástase - câncer alastrado - incluem dores nos ossos. Homens, aproveitem para dar mais atenção à sua saúde. Você não vai se arrepender!

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Cadastre-se

 

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Guia do bairro