Pontes saem do papel

Após 13 anos de inclusão no Plano Diretor, finalmente foi aprovado o início das obras de construção das pontes que vão transpor o Rio Pinheiros prolongando a Avenida Chucri Zaidan até a ponte João Dias. 

O projeto inicial previa apenas uma ponte, mas foi barrado porque parte dela teria que atravessar o parque Burle Marx. A alternativa então foi a construção de duas alças de acesso, a Itapaúna e a Laguna, respeitando assim a geografia do bairro.

As obras, apesar de não serem específicas apenas para o Morumbi vão beneficiar o trânsito no entorno da região do Panamby, já que os desemboques das pontes serão reformados, alargando as ruas. Os novos acessos vão reduzir os congestionamentos e podem inibir a ação de criminosos no local.

O prolongamento da Avenida Chucri Zaidan, bem como a construção das alças de transposição do Rio Pinheiros, estão inclusas na Operação Urbana Água Espraiada que tem um investimento total de 3 bilhões de reais, segundo informações da SP Obras, empresa responsável por executar os projetos definidos pela administração municipal.

Estão previstas ainda a construção de 10 mil moradias populares, um parque linear e um túnel entre a avenida Jornalista Roberto Marinho e a rodovia dos Imigrantes.

Ainda de acordo com a SP Obras, o prazo para a conclusão da construção e liberação das pontes é de 30 meses. Veja a matéria completa e saiba onde serão as pontes: 

 
 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Cadastre-se

 

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Guia do bairro