A Lia de ontem, de hoje, de sempre

Foi com toda a majestade que ela desceu a escadaria de seu restaurante no shopping Jardim Sul para reinar soberana no salão.

 

Lia Tullmann é  uma cidadã do mundo Morumbi.


• • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Lia Tullmann dispensa grandes apresentações, tanto que bastam três letras na porta para identificar seu ‘novo’ restaurante, que depois de uma longa reforma reabriu no mesmo endereço – Lia – “Resolvemos adotar o nome pelo qual as pessoas já se referiam à casa; sempre diziam que iriam, por exemplo, ‘almoçar na Lia’, então decidimos oficializá-lo” comenta Lia, com um sorriso. É com esse mesmo sorriso que ela percorre com o olhar cada canto do novo espaço, nos levando a uma ‘visita guiada’ pelas referências à trajetória percorrida até chegar ali, na esquina mais charmosa do shopping. “Minha história com a cozinha começa com minha mãe, que veio do outro lado do Atlântico com meu pai, viveu durante anos (e aprendeu muito) com os nativos em Cochabamba, e passou a vida me ensinando os segredos de misturar ingredientes e temperos”, relembra. Seguindo a tradição, hoje é ela quem compartilha com as filhas, Marcela e Patrícia, o trabalho à frente do Lia e das outras operações que levam a sua assinatura – um buffet de eventos e o recém-inaugurado restaurante Elvira, no Itaim. O novo espaço do Jardim Sul, porém, é a menina dos olhos de Lia. É ali que ela recebe os clientes para uma refeição farta, um café perfumado ou um doce irresistível, sempre acompanhados por uma calorosa acolhida que se estende a todos que por ali passam. Já eram muitos – desde os tempos da saudosa casa de delícias Salames & Pastrames - e agora devem se multiplicar. Uma horinha de estadia no restaurante já revela o que faz o sucesso da casa. Eu lia, tu lias, todos liam.

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or