Romance em Veneza

Roma, Milão, Florença... Só quem já esteve na Itália é que conhece todos os seus encantos! Para celebrar o Dia do Imigrante Italiano (dia 21/02), relembramos a romântica história do casal Patrícia e Paulo, que legitimou o seu amor com um beijo apaixonado na famosa Ponte dos Suspiros, uma das mais características de Veneza.


Romance em Veneza Um verdadeiro conto de fadas

Era minha primeira viagem com o Paulo para fora do país desde o início do nosso namoro e sabia que seria determinante para o nosso relacionamento. Afinal, iria conviver com ele pela primeira vez por mais de um mês. Decidimos dar um giro pela Europa. Um roteiro romântico que começou por Madri. Percorremos de carro a estrada Del Sol até a região do País Basco e entramos na França pelo lado do Atlântico. Uma viagem de sonho pelo Vale do Loire com suas pequenas estradas entre vinícolas que revelavam belas paisagens e nos levavam a castelos medievais. Fomos a Paris, Londres, Amsterdã. Ao todo percorremos 17 países. A cada dia um lugar novo, uma nova experiência e novas descobertas. Conheci melhor o Paulo. Suas virtudes e seus defeitos e fui encontrando respostas pelo caminho.

Eu tinha necessidade de dar esse mergulho cultural pelo velho continente e precisava conhecer a pessoa que eu amava. Precisava ter certeza se ele era o homem que eu queria ter ao meu lado. Que seria o meu companheiro, o pai dos meus filhos.

Foi assim que chegamos a Veneza, já na última etapa da longa viagem. A atmosfera daquela cidade banhada pelo Mediterrâneo indicava que ali eu poderia encontrar as minhas respostas.

Sou romântica, acredito em amores eternos e de que podemos sim viver felizes para sempre com alguém que a gente ame de verdade. Eu só queria ter certeza de que o Paulo era essa pessoa.

Quando embarcamos na Gôndola para o tradicional passeio pelos canais venezianos, veio a parte mais incrível desta história... Estávamos apaixonados, perdemos a noção da hora e nem percebemos que já tínhamos chegado a Ponte dos Suspiros. Nos beijamos na Gôndola enquanto passávamos sob a Ponte. Foi um daqueles beijos de cinema. Imediatamente me veio a cabeça um filme que assisti ainda adolescente que narrava uma historia de amor de um o casal que acreditava que se beijasse ao passar embaixo da Ponte dos Suspiros, e os sinos badalassem 12 vezes eles se amariam eternamente.

Apesar de ter sonhado tanto com a Ponte dos Suspiros, não planejei estar ali naquele horário. Na verdade, quando se faz esse tipo de viagem você perde a noção da hora. Mas era meio-dia e quando eu e o Paulo estávamos sob a ponte nos beijando como no filme, os sinos badalaram intensamente.

Foi um beijo inesquecível numa viagem que marcou o meu destino e mostrou um novo rumo para a minha vida.  

 

Patrícia Limeira é jornalista e moradora do Morumbi. 

 

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Últimas Lidas Sobre Cidadão do Morumbi