Como contratar e Reter talentos

5 Atitudes Fundamentais para diminuir a rotatividade no trabalho A falta de profissionais qualificados é um fator alarmante para grande parte das organizações brasileiras.

Com isso, a rotatividade das equipes está cada vez maior, segundo o estudo realizado pela consultoria global de gestão de negócios Hay Group em parceria com o Centre for Economics and Business Research (CEBR),a previsão é que em 2014 o índice de turnover esteja ainda mais alto, com crescimento 12,9% em relação a 2012, o que pode significar 161,7 milhões de trabalhadores mudando de empresa. As organizações estão perdidas, sem saber o que fazer para reter talentos e conquistar resultados, diversas medidas são tomadas para reverter esse quadro: Entram e saem líderes, salários são aumentados, políticas de benefícios são implantadas, metas são estabelecidas, contudo, nenhuma dessas estratégias parece funcionar. A realidade é que as principais falhas cometidas pelas empresas, que favorecem o crescimento dessa rotatividade, estão na hora da contratação, as empresas não sabem recrutar os colaboradores certos, para as funções necessárias. Através das pesquisas e visitas técnicas que realizo em empresas líderes do mercado internacional, é possível concluir que as tendências estão sempre mudando e que os métodos para contratar profissionais de maneira sustentável já não são mais os mesmos que utilizávamos antes. Hoje, a técnica mais assertiva para se contratar o profissional adequado está na entrevista “olho-no-olho”, na avaliação do caráter, atitudes e no alinhamento dos propósitos da empresa com os objetivos dos colaboradores. Neste primeiro momento é fundamental ter clareza nas informações, o profissional precisa saber a empresa que ele está entrando, qual a história e quais os valores dessa organização, pois apenas desse modo ele irá “abraçar” a causa, ou seja, se envolver com o projeto e se sentir parte dele.

 

Para conquistar a excelência em serviços uma organização depende do nível de comprometimento da equipe com os resultados da empresa, pensando nisto, selecionei aqui 5 ATITUDES FUNDAMENTAIS que podem fazer a diferença na hora de Contratar e Reter Talentos:

 

Treinar, treinar e treinar

Muitas empresas pensam: Por que investir em treinamentos se provavelmente esse colaborador não irá trabalhar aqui por muito tempo? No entanto, esse treinamento das equipes é fundamental para manter a produtividade e o envolvimento dos profissionais.

 

Selecione antes de contratar

Devido à falta de mão de obra, é comum a contratação “desesperada” de profissionais sem um processo de seleção minucioso, avaliando o perfil, os objetivos, a experiência e as habilidades do colaborador e isso acontece com cargos de extrema importância, como o de vendedor e atendente, que representam o “coração” da empresa, são os cartões de visitas da loja, por maior que seja a necessidade, não se pode colocar qualquer pessoa para ocupar essa função. Avalie e prepare os colaboradores!

 

Estabeleça regras claras

Uma equipe para funcionar e cumprir com o seu propósito precisa seguir regras, para tal é necessário que elas sejam passadas de maneira clara e objetiva pelos líderes, que devem acompanhar de perto o trabalho dos profissionais. Não somente as regras, mas as metas devem sem comunicadas com clareza para toda a equipe.

 

Ofereça um plano de carreira

Mais que um aumento de salário, as pessoas buscam ser reconhecidas pelo que fazem, todo profissional quer crescer no mercado de trabalho, se ele não enxergar essa oportunidade dentro da organização que ele está atuando, ele irá em busca de outra, por isso é fundamental estabelecer um plano de carreira logo no início da contratação e oferecer os recursos para que os colaboradores possam conquistar essa meta.

 

Seja flexível

Da mesma forma que é preciso estabelecer regras claras e colocar limites, a flexibilidade é essencial para o sucesso da empresa, os líderes precisam acompanhar de perto as competências individuais, ouvir os profissionais e se for possível fazer sessões de coaching regularmente com a equipe. Às vezes precisamos considerar que as estratégias e os planejamentos que funcionavam antes, podem não valer mais. As tendências mudam, o perfil dos funcionários também e as empresas que não caminharem junto com essas mudanças, podem ficar para trás e perder profissionais valiosos.

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi