Matéria de capa

Música brasileira em terra de gringo

Com dois discos gravados, o cantor paulistano Rodrigo Del Arc, de 29 anos, morador do Morumbi, comemora a ótima fase de sua carreira. 

Rodrigo Del Arc
Rodrigo Del Arc é um cidadão do mundo Morumbi. 
 
...“Acabei de fazer um show em Nova Iorque e também recebi a versão japonesa do meu CD ‘Novo Ar’, que terá uma faixa exclusiva por lá”, conta. Compositor desde os 11 anos, aos 15 formou a primeira banda com os pés fincados na música brasileira e a cabeça perdida pelo mundo. Diante de todas as dificuldades e barreiras que existem, o maior desafio, segundo ele, foi o de dar o primeiro passo, acreditar e assumir totalmente a responsabilidade pelo seu destino. “Talvez o primeiro passo seja metade do caminho para realizar qualquer coisa nesta vida. Eu não sabia como, não tinha quase nenhum contato e muito menos dinheiro, mas eu estava determinado e disposto a entregar minha vida pela causa, relembra e destaca que sua decisão foi tomada no enterro do pai, que faleceu muito jovem e merecia a gravação das músicas do filho como uma forma de homenagem.
Rodrigo canta bossa nova em inglês e na bagagem o artista leva a diversidade cultural e musical adquirida nos anos em que morou na Tailândia, Suíça e algumas temporadas nos Estados Unidos. Em sua proposta, outros ritmos como o samba são pontos de partida para experimentações que resultam em uma sonoridade sem rótulos. “A música mexe com a emoção e a alegria das pessoas e isso continua sendo o elemento mais marcante desde o início da minha carreira”, conta Rodrigo que se orgulha por fazer discos à moda antiga com muito zelo na hora de compor, arranjar, produzir, gravar, mixar e masterizar.

 
Rodrigo Del Arc" Talvez o

primeiro passo

seja metade

do caminho para

realizar qualquer

coisa nesta vida.”        

 
 
 
 
 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também