Perfil

15 tendências

Tendência é um movimento que começa sutil, vence resistências aos pouquinhos e, quando nos damos conta, já se consolidou como uma realidade quase natural na vida das pessoas. Aqui no Morumbi temos vários desses caminhos que foram se abrindo nos últimos anos e meses, até se concretizarem da forma como os vivenciamos hoje.

Destacamos aqui 15 tendências com as quais todos nós possivelmente já tivemos algum contato. Elas se concentram em três frentes: Conectividade, Conveniência e Compartilhamento.

 

 

CONECTIVIDADE

 

1 - SOLIDARIEDADE

Há mais que indicações, vendas e reclamações nos vários grupos de Facebook do bairro. Há também uma percepção de estarmos todos ligados por um fio invisível que nos une por algum tipo de denominador comum “desconhecido”, já que para alguns esse denominador comum pode ser a troca de dicas, para outros, a necessidade de troca de informações sobre segurança em tempo real, e para outros, ainda, o amor pelos animais. Este último tópico produziu uma das maiores mobilizações da rede no último fim de semana de novembro. Durante um assalto a um petshop, Remy, uma cadela recém-operada (havia feito uma cesariana) foi solta e se perdeu pelas ruas do bairro. Depois de quase dois dias de postagens de alerta, uma moradora avistou a cadela nas ruas, postou na rede, e uma grande corrente se formou em busca do resgate. Final feliz que fez de Remy o assunto mais comentado do bairro no domingo 29 de novembro.

 

2 - INDICAÇÃO

Acredite: pode pedir o que quiser que você vai encontrar “aquela” dica nos grupos de Facebook voltados às indicações no bairro. Tem grupo de dicas, grupo só de mulheres, grupo de trocas, grupo de animais perdidos... A maior parte deles é de grupos fechados ou secretos, e para fazer parte é preciso ser indicado por algum membro. Mas vale a pena garimpar algum participante entre os seus contatos de face do bairro e pedir para ser indicado – em algum deles você vai encontrar o que precisa!

 

 

3 - REDE COMUNITÁRIA DE SEGURANÇA

O bairro do Morumbi deve ser o primeiro a ter implantado o novo Projeto de Segurança do Estado de São Paulo. Está em estudo a possibilidade de integração das câmeras da Rede Comunitária de Segurança do Morumbi com o sistema Detecta. Essa parceria está sendo construída por meio da Associação Panamby, ONG que atua junto à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e ao grupo Moradores do Morumbi. Essa convergência de forças, utilizando-se de alta tecnologia de informação, busca trazer dias mais tranquilos para os moradores do bairro.

 

4 - SERVIÇOS MOBILE

O universo dos aplicativos é bastante amplo, e disputar um quadradinho na tela dos smartphones é, hoje, um desafio! Mas aqui no bairro já começamos a ver algumas iniciativas, como o Clube 360º, aplicativo de fidelização que nasceu para organizar a relação entre empresas da região e seus clientes. As empresas associadas ao Clube podem usar a ferramenta para distribuir pontos aos seus clientes, que posteriormente poderão fazer resgates de recompensas. O Morumbi é o primeiro bairro a ter uma iniciativa como essa! Falando em bairro, nasceu aqui também o Bunnger, aplicativo que pode ser resumido como um “Uber de motoboys”. Uma enorme facilidade logística em um bairro que tem nas ruas sinuosas e lotadas uma das suas marcas registradas!

 

 

 

CONVENIÊNCIA

 

5 - LOJAS “DE TUDO”

Filhos significam uma enorme alegria e, claro, muita festa! São as festas de aniversário, as muitas datas comemorativas, as celebrações nas escolas, as familiares como Páscoa e Natal... Tudo isso sempre pediu muita produção e uma correria quase insana até que cabeças iluminadas criassem as casas de festas, aquela delícia de lugar onde você encontra absolutamente tudo o que tenha a ver com a produção de celebrações. Há poucos anos a já famosa Comercial Silvano inaugurou uma festejada unidade aqui no bairro. Em breve aporta por aqui também outra rede de festas. Um bairro com tantas escolas como o nosso tem também muitas crianças sedentas por vivenciar ao máximo essa deliciosa fase da vida, então... let’s celebrate!

 

6 - YES, NÓS TAMBÉM TEMOS OUTLETS

Nos últimos anos o brasileiro pegou aquele gostinho todo especial de comprar roupas de qualidade a preços de outlet. Mas o que antes exigia uma verdadeira viagem (no mínimo até alguma cidade vizinha!) hoje pode ser acessado a poucos quarteirões de casa. No Morumbi encontramos pelo menos três bons outlets multimarcas – os já tradicionais Mix Store (próximo ao Panamby) e ARS Ponta de Estoque (no Guedala) – além do novo Armazém das Grifes, inaugurado neste ano no Portal – ao lado do outlet da grife de moda feminina Luit.

 

7 - FEIRA EM CONDOMÍNIOS

Imagine ter, uma vez por semana, uma feirinha pra chamar de sua? Esse é o novo serviço que começou a ser implantado em alguns condomínios aqui da região, com direito a barracas de frutas, verduras, espetinhos e, claro, pastel & caldo de cana. As feiras de condomínio acontecem durante a semana, no finalzinho da tarde, o que faz a alegria dos pais (pela conveniência) e dos filhos, que têm uma “noite livre” para jantar algo diferente. Além de facilitar a vida do morador, as feiras também se tornam uma oportunidade de integração e convivência entre os vizinhos, e por isso tiveram uma excelente aceitação entre os moradores dos grandes condomínios. Como é que ninguém pensou nisso antes?

 

8 - FASHION BAGS

Imagine um mix de fashion-delivery com personal styling. Conveniência pura! Essa modalidade de serviço vem ganhando cada vez mais adeptas na medida em que cresce a variedade de opções. A cliente solicita uma “bag” e a fornecedora entrega em sua casa uma seleção de peças já garimpadas de acordo com as tendências de moda e com o seu perfil. Com calma ela pode provar e escolher suas peças preferidas, além de fazer combinações com o que já tem no seu closet. No dia seguinte a bag é recolhida com as peças que não foram escolhidas, e a cliente só paga pelo que for comprado.

 

9 - COZINHEIRA EM DOMICÍLIO

Como resolver a equação falta de tempo x alimentação saudável? É preciso uma enorme disposição para trabalhar o dia inteiro e, no final dele, administrar o jantar da família. Várias empresas já trabalham com fornecimento de comida caseira pronta, e começa a despontar a tendência de contratar uma pessoa que passe o dia inteiro cozinhando as refeições para uma semana. A família define o cardápio e compra os ingredientes; o profissional prepara, embala, armazena e deixa a cozinha pronta. Prático, não?

 

10 - FOOD TRUCKS

Eles ainda estão chegando devagar – mas muito saborosos! Presentes em eventos pontuais, organizados esporadicamente em parques ou no estacionamento de alguns estabelecimentos, os food trucks são a oportunidade de aliar o passeio do fim de semana a uma refeição rápida, gostosa e a preços mais acessíveis que em um restaurante convencional. Em 2016 eles deverão ganhar ainda mais as nossas calçadas!

 

11 - MALLS DE RUA

A Rua Deputado João Sussumu Hirata, uma das mais importantes vias coletoras da nossa região, é o mais visível retrato de um tipo de construção que é a cara do Morumbi: os malls de rua. Com muitos terrenos disponíveis, o fato de vários deles serem fracionados em pequenos lotes favorece a construção de galpões comerciais, nos quais vamos acompanhando o crescimento do nosso comércio local. A conveniência de encontrar várias operações na mesma calçada atrai o morador pela conveniência de resolver várias pendências em uma só “parada”. Com ainda muito a crescer, ficamos na torcida pela criatividade do empreendedor em trazer novidades para o bairro!

 

12 - MINIMERCADOS

Os mercadinhos de rua haviam praticamente desaparecido, até voltarem neste ano com roupagem nova e de grife. Em nome da praticidade e da conveniência, grandes redes passaram a apostar no formato “mercado de vizinhança”, diferente dos hiper e supermercados tanto em tamanho de loja quanto em variedade de produtos. Essa percepção das redes, que encontra em nosso bairro terrenos muito atraentes para se concretizar, veio ao encontro dos anseios do morador do bairro, que vive um dia a dia muito dinâmico e sempre sujeito aos humores do trânsito local.

 

13 - “FAST CLEANING”

Com a mudança na lei dos empregados domésticos, os antigos “patrões” passaram a se tornar clientes de uma série de serviços terceirizados, como lavanderias e comida pronta, assim como acontece em vários países onde a mão de obra doméstica não é tão acessível como aqui. Lá eles contam também com eletrodomésticos e produtos de limpeza que permitem manter a casa em ordem de forma mais prática, mas enquanto esses produtos não chegam por aqui é possível fazer essa manutenção contratando empresas especializadas em limpeza, que são bem equipadas para deixar a casa brilhando em poucas horas. Depois é só manter.

 

 

 

COMPARTILHAMENTO

 

14 - DESAPEGO

O que está embutido no conceito da economia compartilhada? Uma reflexão poética diria que é “destravar o potencial ocioso”. E tem muito potencial ocioso por aí: carros, escritórios, bicicletas, roupas, livros escolares, conhecimento... até redes wi-fi! Amarrados a algum “dono”, muitos acabam não tendo sua vocação plenamente utilizada. Um novo olhar sobre os conceitos de propriedade e de usufruto é necessário para entender essa tendência que chega forte, e tem em serviços como Uber e Netflix alguns dos exemplos mais conhecidos. Os inúmeros canais de venda ou troca de produtos seminovos também alimentam esse mercado, que precisou vencer um certo preconceito para se estabelecer como uma forma legítima de consumo. Ponto fundamental para o sucesso de quem quer atuar nessa modalidade de economia: credibilidade.

 

15 - PRESENÇA

O ser humano é gregário por natureza, e depois de já ter dominado a participação das redes sociais virtuais em sua vida, agora se volta novamente para o “estar junto” com seus pares, em redes sociais presenciais que promovem diversão, acolhimento afetivo, networking e, muitas vezes, mobilização. Aqui no Morumbi grupos têm se organizado com frequência cada vez maior, seja em um restaurante, em um grupo de oração, seja mesmo nas ruas, com as mobilizações promovidas para fazer reivindicações pelo bairro.

 

 

 

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi