O Morumbi

Economize no material escolar e no uniforme

2015 chegou... E com ele as contas de início de ano. Veja como começar o ano com o pé direito, sem estresse e sem preocupações com as despesas obrigatórias que vieram com ele.

 

Esperamos tanto por 2015, com novas promessas, novos projetos, mas as contas, como em todos os outros anos, estão de volta. Impostos que chegam já nos primeiros dias - IPTU, IPVA - além das parcelas dos presentes que compramos no Natal, da viagem que fizemos com a família e para finalizar, a lista de material escolar dos filhos.

De acordo com o economistas, um dos problemas é o fato de que a maioria dos brasileiros tem grande dificuldade em realizar boas negociações em função da timidez. A dica é pechinchar! Se os pais fizerem as compras com planejamento e com tempo, é possível economizar bastante. Andrea Padula tem dois filhos que estudam na mesma escola. Gabriel tem 7 anos e Isabella, 4. As listas são diferentes, afinal ele já está alfabetizado e ela ainda está na fase do aprendizado lúdico. Mas, não importa a idade, matrícula feita, e lá vem a lista interminável.

 

No ano passado, Andréa percebeu que poderia economizar - e muito - se tivesse paciência e pesquisasse cada item. E foi o que ela fez. Além de disponibilizar um bom tempo para a procura, Andrea notou que comprando em maior quantidade poderia ser muito melhor no final das contas e chamou outras mães que fizeram o mesmo. "Deu trabalho, mas no final economizamos quase 50% do valor que a escola cobraria pelo mesmo material, se pagássemos a taxa para eles", conta.

 

Para a comerciante Luciana Moreira, reutilizar o que sobrou do ano anterior, também é bem interessante para economizar. Mãe de um menino e de uma menina, ela costuma reutilizar o uniforme de um filho para o outro. "O uniforme é o mesmo, por isso, se estiver em bom estado, por que um não passar para o outro?", diz. "Quando a roupa da minha filha não pode ir para o meu filho por ser um modelo mais feminino, como o shortinho de educação física, passo para outras mães, que acabarão economizando também".

 

Uma linha que está sendo seguida pelos pais mais moderninhos são as compras online. Vale ficar atento com as promoções de sites que cobrem o valor de itens vendidos por lojas físicas. E nada de ceder aos caprichos dos filhos que querem o caderno da moda, ou o lápis de cor deste ou daquele personagem. O material escolar tem uma função específica e precisa ser usado para isso. Gastar o dobro num caderno pois na capa há a porquinha do desenho que seu filho gosta, ou o super-heroi que ele brinca, ou ainda "só por que os coleguinhas da sala têm" não é uma forma de iniciar o ano controlando os gastos.

 

E você, tem uma boa dica para economizar com material escolar? Mande para nós para que outros pais possam seguir. (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.)

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

No result...

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi