Cultura & Lazer

Edimburgo e seus encantos

Em 2014 fiz intercâmbio de um ano para Dublin, na Irlanda e por isso tive a oportunidade de conhecer alguns lugares da Europa. Um dos mais encantadores foi Edimburgo, na Escócia...

 

Tatiane Araújo dos Santos em seus passeios pela Escócia

 

Bastou eu chegar na cidade, sentir seu vento frio e entrar no Castelo Medieval, que simplesmente fiquei encantada. A fortaleza possui diferentes museus da história militar, assim como também mantém a Coroa da Rainha e algumas jóias. Foram quase três horas caminhando porque queria ter a certeza que tinha visto absolutamente tudo.
Saindo do castelo, andei pela Royal Mile, a principal rua do centro antigo, e uma boa sensação tomou conta. Edimburgo é tão cinza quanto as outras cidades europeias, mais fria e chuvosa que Dublin, mas lá há algo grandioso que só é possível sentir estando lá. Outra coisa que me marcou foi o cheiro, para mim um cheiro de pipoca ou de pão na chapa resultado das destilarias ao redor da cidade.
Durante o passeio, me senti parte da realeza visitando o Palácio Holyrood, casa de veraneio da Rainha, mas para ser honesta, o palácio é meio estranho. Lindo, cheio de obras de arte e história, mas de clima pesado por tanta antiguidade e brigas ao longo dos anos em busca de poder.  Dispenso o chá das 5 dentro do castelo por uma tarde no jardim real.
Ali sim era um lugar com atmosfera agradável, me senti em um filme, ‘O diário da princesa’ para ser mais precisa, adorei.
Saindo do castelo, atravessei a rua para visitar o parlamento e encontrei uma exposição de Andy Warhol, famoso por suas obras de pop art. Conheci melhor sua história e sua relação política na arte. Muito interessante!
Na manhã seguinte fui ao walking tour, o guia nos levou a diferentes pontos turísticos, entre eles o famoso café onde foi escrita parte de Harry Potter, um cemitério bizarro e algumas construções com histórias curiosas. Ao fim do tour fiz amizade com uma americana e um filipino e passamos a nos divertir juntos a partir dali.
Fomos ao Museu Nacional, que é bem interessante por ser didático e interativo, e para fechar a noite fomos ao Pub Crawl. Um grupo de turistas que passa por 6 pubs e uma balada ao final. O detalhe é que oferecem alguns free drinks e descontos durante a andança e ao fim, o resultado é no mínimo engraçado.
No terceiro dia fui explorar mais a cidade, visitei outras exposições e a região do Carlton Hill, um ponto alto da cidade que me permitia uma linda vista panorâmica para contemplar a arquitetura medieval, os belos campos verdes e o lindo céu azul.
Após momentos de descontração e também aqueles onde precisava apenas da minha companhia para ser feliz, fecho as malas, com um sorriso no rosto e a tranquilidade de ter feito desta viagem um momento único e muito bem aproveitado. Voltei para Dublin renovada e pronta para outra!
Simplesmente Inesquecível!

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também