Educação

Lei antifumo proibe cigarro em ambientes públicos

O ano começou com uma novidade para os fumantes e para os donos de bares e restaurantes. A nova regulamentação da Lei Antifumo extingue os fumódromos, mesmo em ambientes abertos.


As opiniões se dividem. Quem não fuma apoia a novidade, como a comerciante Alessandra Feltrini: "Acho que quando estamos comendo e a fumaça vem para o nosso lado, incomoda sim. E porque os melhores lugares dos restaurantes e bares, principalmente agora no verão, são sempre destinados aos que fumam?", questiona. Era a reclamação de muitos clientes em locais públicos, onde os "contra fumaça" não podiam reclamar daqueles que estavam em seu "fumódromo" ao ar livre. Mas, com a nova regulamentação, os bares precisaram se adaptar e até improvisaram espaços na calçada com cinzeiros. Foi o que fez o empresária Carolina Boatto, proprietária de dois restaurantes no Morumbi."Mesmo tendo uma ampla área ao ar livre, precisamos nos adaptar e montamos os fumódromos para fora do estabelecimento. Muitos clientes reclamaram, mas a lei é para todos e não podemos correr risco de tomar multa ou de perder a licença de funcionamento", explica Carolina.


cigarro - 1
O Morumbi está cada vez mais abrigando bares, restaurantes, choperias, pizzarias e muitos deles já fizeram suas obras pensando nos espaços abertos para os fumantes, inclusive com mesas em calçadas. Nem eles estão livres da punição que pode chegar a R$ 400 mil.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •


   

cigarro - 2Para os vizinhos de estabelecimentos agora vetados para fumantes, o problema é ainda maior. Além da movimentação comum de carros e pessoas nesses lugares, os moradores reclamam da sujeira deixada pelos fumantes nas ruas e nas calçadas. "Sei que alguns empresários até tomam o cuidado de colocar cinzeiros, mas acho que há fumantes que sentem prazer em bater a cinza e jogar a bituca no chão", indigna-se Otávio Ronco, que mora ao lado de um dos bares do Morumbi e que reclama ainda do cheiro que entra em sua casa e do barulho que os fumantes fazem enquanto fumam.

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

 

Além de extinguir os fumódromos, a lei acaba com a possibilidade de propaganda comercial de cigarros, mesmo nos pontos de venda, onde era permitida publicidade em displays. Em caso de desrespeito à norma, os estabelecimentos comerciais podem ser multados e até perder a licença de funcionamento. Aprovada em 2011, mas regulamentada em 2014, a Lei 12.546 proíbe o ato de fumar cigarrilhas, charutos, cachimbos, narguilés e outros produtos em locais de uso coletivo, públicos ou privados, como halls e corredores de condomínios, restaurantes e clubes – mesmo que o ambiente esteja parcialmente fechado por uma parede, divisória, teto ou toldo.

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi