Educação

Férias sem preguiça!

As férias estão chegando e a criançada já pensa em passar praticamente dois meses sem estudar. Conversamos com duas especialistas em exercícios para o cérebro e descobrimos que atividades de lazer, além de prazerosas, podem ser fortes aliadas ao estímulo da memória, criatividade e do raciocínio das crianças.

Segundo Hérika Puríssimo, Coordenadora Pedagógica do Supera Morumbi, estímulos cerebrais ordenados podem e devem ser mantidos pelas crianças, afinal, ao retornar para a escola elas precisarão estar com o cérebro pronto para os desafios do próximo ano. "Faça atividades físicas com seus filhos, como andar de bicicleta, de skate, patins, pular corda e durmam boas noites de sono. São atividades simples que, além de manterem o cérebro ativo, estimulam a cumplicidade entre pais e filhos", sugere Hérika.

Brincadeiras e passeios comuns nesta época do ano podem fazer parte do aprendizado dos pequenos. Mas, para que isso funcione, tome cuidado para que nada pareça atividade escolar. Para Liliane Nishimura Peres, proprietária do Kumon Caxingui, brincando eles estão treinando o raciocínio e a memória e podem iniciar o ano letivo em boa forma. "A ideia é que a criança aprenda enquanto se diverte, sem ter aquela cobrança típica da sala de aula, sem se sentir no dever de ter horários para fazer tarefas e mostrar bom desempenho", explica Liliane que aplica esse trabalho com os filhos de três e quatro anos.

 

 

6 EXERCÍCIOS PARA CRIANÇAS E ADULTOS

• Leia uma palavra para a criança e pensem, juntas, em outras cinco palavras que comecem com a mesma letra;

• Busque uma imagem que lhe chame a atenção e pense em 25 adjetivos que descreveriam a fotografia ou a paisagem;

• Aproveite as férias e veja fotos, mas de cabeça para baixo e se concentre em detalhes que nunca havia reparado;

• Estimule o paladar fazendo combinações gastronômicas diferentes, misturando doce e salgado ou alimentos amargos e azedos;

• Numa refeição informal, tente reconhecer os alimentos com os olhos fechados ou vendados;

• Deixe o videogame um pouco de lado e experimente jogos coletivos de tabuleiro, de cartas, jogos ao ar livre. Praticar atividades novas é um ótimo estímulo para o cérebro.

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Últimas Lidas Sobre o Bairro