Esporte & Dança

Se cuide no dia do beijo

Se tem uma coisa boa de se fazer a dois é... beijar! É um ato de carinho, e todo ato de carinho sempre exige um cuidado. Da mesma maneira que há doenças sexualmente transmissíveis, o beijo também pode transmitir a mononucleose, também conhecida como a doença do beijo.


 
13 de abril é o dia do beijo e, para alertar você, a Dolce foi consultar a Dra. Raquel Muarrek, infectologista do Hospital Leforte. A médica informa que o vírus é transmitido pela saliva, mas não fica muito tempo por lá. Uma vez na corrente sanguínea, o vírus pode atingir órgãos como fígado e baço.
 
Os principais sintomas da mononucleose são, segundo a médica, “febre em torno de 38 a 39°C, dor de garganta, aparecimento de placas esbranquiçadas, pus na faringe e edema dos gânglios linfáticos. Alguns casos podem apresentar alterações no fígado e ainda erupções na pele”. Esses sintomas levam cerca de duas semanas para se manifestarem em crianças, e de 30 a 45 dias em jovens e adultos.
 
Como o vírus é transmitido via saliva, não há uma forma específica de prevenção, mas Raquel dá uma dica importante: “ter hábitos de higiene, não compartilhar bebidas por canudos”.
Os jovens devem tomar cuidado. “Nessa fase, onde os hormônios estão à flor da pele, o ideal é tomar cuidado quanto à troca desenfreada de beijos”, adverte a médica.
 
Portanto, neste dia do beijo, aproveite muito. Mas não se descuide!

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Últimas Lidas Sobre o Bairro