Gastronomia

Pra se deliciar​​

 

Era com um enorme sorriso no rosto que Lia Tulmann recepcionava as convidadas do jantar de lançamento do Fellows Club, realizado no seu restaurante na noite de 19 de abril. A alegria era também pela comemoração dos 25 anos de operação do espaço hoje conhecido simplesmente como “Lia”. E foi com esse mesmo sorriso que a “chef” relembrou para a Dolce algumas das melhores - e mais curiosas! - histórias dos seus 25 anos de operação. Deguste estas 5 delícias!


1
Qual foi o primeiro prato da história?

LIA - Eu tinha uma loja de frios, e resolvi abrir um restaurante, que seria inaugurado com uma feijoada num sábado. De manhã, os ingredientes todos a postos, o cozinheiro brigou comigo, pegou suas facas e se mandou! E eu nunca tinha feito feijoada na minha vida... A menina do caixa olha pra mim e fala: ‘já fiz feijoada na minha casa’. ‘Então vem aqui fazer feijoada comigo!’. O primeiro prato da Lia foi uma feijoada abandonada ‘no altar’.

2 Quem é o funcionário mais antigo?

LIA - A menina que era caixa e me ajudou na feijoada, a Regina, trabalha comigo até hoje. A minha saladeira, a Carminha (que também me ajudou na feijoada), está comigo também há 25 anos.

3 Qual é o prato mais pedido através  dos tempos?

LIA - O mais querido e mais pedido é o strudel de queijo e damasco. Tem que ter sempre! Outro sucesso igual é a salada de batata com cebola queimada. O melhor é que ela nasceu errada... Queimaram a cebola! Fui experimentar e não é que ficou bom? Esse prato eu tenho certeza de que é invenção nossa, rs!

4 Quantos casamentos já contaram com as delícias preparadas por vocês?

LIA - Tantos! Acho que uns 400 casamentos... Teve gente que se conheceu aqui no restaurante, eu que apresentei, e acabou se casando. Já fiz casamentos de algumas clientes e, anos depois, das filhas delas também. Houve também um casamento em que a noiva entrou com aquele vestido maravilhoso e tudo pela porta do shopping!

5 Qual é o ingrediente mais utilizado na cozinha do Lia?

LIA - A canela! Uso canela em tudo, até na carne... um pouquinho, para não interferir demais. As pessoas se perguntam ‘o que será que tem aqui...?’. Até o meu fornecedor pergunta ‘em que a senhora usa tanta canela???’. Dá uma mistura de doce com aromático, compõe a alquimia do sabor... É meio coisa de bruxa.

 

Que tal preparar em casa uma das delícias mais pedidas da Lia?

terrine-de-ovos

Terrine de ovos

Ingredientes
16 ovos cozidos, muito cozidos
2 colheres de sopa de maionese
1 colher de chá de mostarda dijon
1/2 xicara de chá de cheiro verde picado
Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo
Descasque os ovos cozidos.
Separe as gemas das claras.
Com um garfo amasse as gemas cozidas com a maionese, mostarda e cheiro verde.
Misture tudo muito bem. Adicione sal e pimenta a gosto.
Forre uma forma de bolo inglês com papel plástico e deixe as bordas viradas sobrando dos lados.
Dentro da forma forrada coloque esta pasta de ovos e aperte bem. Dobre por cima com o papel que sobrou dos lados para fechar e proteger os ovos.
Deixe uns 30 minutos na geladeira.
Enquanto isso pique as claras com uma faca de plástico, daquelas descartáveis, pra clara não escurecer.

Desenforme a terrine, decore com as claras picadas, branquinhas, e com agrião precoce. Fácil e delicioso. 

lia e fellows

 

 

O Fellows Club é uma iniciativa de três amigas, Denize Costa Pinto, Denise Leon e Valéria Inati (na foto ao lado, com Lia Tulmann, durante jantar de lançamento), que criaram um grupo no Facebook, exclusivamente feminino, para promover iniciativas voltadas ao crescimento pessoal e profissional, além de eventos de marketing de relacionamento.

 

 

 

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi

Últimas Lidas Sobre o Bairro