Gastronomia

Pra se deliciar​​

 

Era com um enorme sorriso no rosto que Lia Tulmann recepcionava as convidadas do jantar de lançamento do Fellows Club, realizado no seu restaurante na noite de 19 de abril. A alegria era também pela comemoração dos 25 anos de operação do espaço hoje conhecido simplesmente como “Lia”. E foi com esse mesmo sorriso que a “chef” relembrou para a Dolce algumas das melhores - e mais curiosas! - histórias dos seus 25 anos de operação. Deguste estas 5 delícias!


1
Qual foi o primeiro prato da história?

LIA - Eu tinha uma loja de frios, e resolvi abrir um restaurante, que seria inaugurado com uma feijoada num sábado. De manhã, os ingredientes todos a postos, o cozinheiro brigou comigo, pegou suas facas e se mandou! E eu nunca tinha feito feijoada na minha vida... A menina do caixa olha pra mim e fala: ‘já fiz feijoada na minha casa’. ‘Então vem aqui fazer feijoada comigo!’. O primeiro prato da Lia foi uma feijoada abandonada ‘no altar’.

2 Quem é o funcionário mais antigo?

LIA - A menina que era caixa e me ajudou na feijoada, a Regina, trabalha comigo até hoje. A minha saladeira, a Carminha (que também me ajudou na feijoada), está comigo também há 25 anos.

3 Qual é o prato mais pedido através  dos tempos?

LIA - O mais querido e mais pedido é o strudel de queijo e damasco. Tem que ter sempre! Outro sucesso igual é a salada de batata com cebola queimada. O melhor é que ela nasceu errada... Queimaram a cebola! Fui experimentar e não é que ficou bom? Esse prato eu tenho certeza de que é invenção nossa, rs!

4 Quantos casamentos já contaram com as delícias preparadas por vocês?

LIA - Tantos! Acho que uns 400 casamentos... Teve gente que se conheceu aqui no restaurante, eu que apresentei, e acabou se casando. Já fiz casamentos de algumas clientes e, anos depois, das filhas delas também. Houve também um casamento em que a noiva entrou com aquele vestido maravilhoso e tudo pela porta do shopping!

5 Qual é o ingrediente mais utilizado na cozinha do Lia?

LIA - A canela! Uso canela em tudo, até na carne... um pouquinho, para não interferir demais. As pessoas se perguntam ‘o que será que tem aqui...?’. Até o meu fornecedor pergunta ‘em que a senhora usa tanta canela???’. Dá uma mistura de doce com aromático, compõe a alquimia do sabor... É meio coisa de bruxa.

 

Que tal preparar em casa uma das delícias mais pedidas da Lia?

terrine-de-ovos

Terrine de ovos

Ingredientes
16 ovos cozidos, muito cozidos
2 colheres de sopa de maionese
1 colher de chá de mostarda dijon
1/2 xicara de chá de cheiro verde picado
Sal e pimenta do reino a gosto

Preparo
Descasque os ovos cozidos.
Separe as gemas das claras.
Com um garfo amasse as gemas cozidas com a maionese, mostarda e cheiro verde.
Misture tudo muito bem. Adicione sal e pimenta a gosto.
Forre uma forma de bolo inglês com papel plástico e deixe as bordas viradas sobrando dos lados.
Dentro da forma forrada coloque esta pasta de ovos e aperte bem. Dobre por cima com o papel que sobrou dos lados para fechar e proteger os ovos.
Deixe uns 30 minutos na geladeira.
Enquanto isso pique as claras com uma faca de plástico, daquelas descartáveis, pra clara não escurecer.

Desenforme a terrine, decore com as claras picadas, branquinhas, e com agrião precoce. Fácil e delicioso. 

lia e fellows

 

 

O Fellows Club é uma iniciativa de três amigas, Denize Costa Pinto, Denise Leon e Valéria Inati (na foto ao lado, com Lia Tulmann, durante jantar de lançamento), que criaram um grupo no Facebook, exclusivamente feminino, para promover iniciativas voltadas ao crescimento pessoal e profissional, além de eventos de marketing de relacionamento.

 

 

 

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também