Gastronomia

Condomínios perfeitos para viver

Trânsito, violência e altos valores dos condomínios podem ter alavancado o crescimento de novos estilos de empreendimentos. Clubes privativos e muito verde estão tomando conta do Morumbi em uma nova forma de morar e de viver.

 

...

Nos últimos anos, muitos espaços como esses estão surgindo aqui no Morumbi. Segundo o corretor da Plus Imóveis, André Rossi, o crescimento do número de empreendimentos assim é para  atender principalmente as necessidades de pessoas que buscam uma vida de maior qualidade e segurança na capital. “As sobras dos terrenos são aproveitadas pelas incorporadoras como uma vantagem e um atrativo aos consumidores que encontram opções de lazer, espaços verdes e paisagismo além das necessidades básicas que evitam o deslocamento dos moradores”, explica André.


Conversamos com moradores de alguns dos maiores condomínios da região para saber as vantagens e as desvantagens de viver nesses locais.

 

 

 

PORTAL DO MORUMBI



O Portal do Morumbi, por exemplo, é o mais antigo e foi inaugurado em 1977, com oito torres construídas em 125 mil m² de área verde, muito antes da “moda pegar”. Para jornalista Maria Stella Fagundes, que mora no condomínio e tem 3 filhos pequenos, a segurança e o espaço arborizado para as crianças brincarem são as melhores vantagens do Portal. “Esquecemos que estamos em São Paulo”. 

 

 

 

O objetivo de um condomínio-clube é oferecer ao morador serviços e itens de lazer que praticamente dispensem a sua necessidade de sair de casa. É o que sente a professora de educação física Krissie Giselle Ferreira, moradora do Jardim Paulistano e mãe de dois meninos. “Morar aqui facilita o lazer para a família, amplia o nosso círculo de amizades e a convivência, pois conhecemos muitas pessoas por aqui, fora a tranquilidade com segurança que é 24 horas e a liberdade para deixar meus filhos brincarem nas espaçosas ruas sem nenhum risco”, explica Krissie. O Jardim Paulistano abriga sete torres e quase 300 casas, além de um clube privativo com piscinas, cinema, quadras e monitores que brincam com as crianças e professores que aplicam as mais variadas aulas na academia, para adultos e crianças. Krissie ainda lembra que o custo-benefício é bom, já que o valor de um condomínio somado à mensalidade de um clube daria muito mais do que se paga nesses projetos atuais.

 

 

PARQUE BRASIL


O Parque Brasil, um dos mais antigos do bairro, é formado por 16 prédios, cada um com o nome de uma capital brasileira. Quem mora ali encontra lazer, uma floresta privativa e espaço para os cachorros além de toda estrutura para a prática de esporte. “É muita comodidade ir para a academia sem sair do condomínio, estando segura e sem pegar trânsito”, conta dona de casa Karla Soeiro Salles. 

 

 

QUINTAS DO MORUMBI


Para a empresária Vivianne Ayub, moradora do Quintas do Morumbi, a maior vantagem de morar lá são as amizades que as crianças constroem. Segundo ela, são tão fortes como se morassem numa vila. “Aqui não me falta uma xícara de açúcar, uma carona ou até dinheiro emprestado para pagar um táxi, num daqueles dias de chuva que você está preso no trânsito e seu filho na escola”, diz Vivianne.

 

 

VILLAGIO PANAMBY


Não podemos esquecer do Villagio Panamby, um bairro planejado em meados dos anos 1990, única região paulistana com a Mata Atlântica remanescente. São 58 mil m² de bosque nativo que abrigam 15 edifícios de 25 andares cada. A empresária Delvana Romera Fernandes adora passear no espaço verde e sentir o cheiro de mato. “Nem parece que estamos em São Paulo. Passeio com a minha cachorrinha sem medo da violência, tenho academia na porta de casa, restaurante e cabelereiro e ainda acordo e vejo muito verde pela minha janela e escuto só os passarinhos. Isso não tem preço”, se encanta Delvana.

 

 

 

...

 

Mas por trás das muitas vantagens há também alguns desconfortos típicos desse tipo de empreendimento que não devem ser ignorados, como os congestionamentos no elevador e na garagem e a privacidade bem reduzida. Para Osman Santos, morador do Parque Brasil, um ponto negativo dentre os vários positivos é o acesso à administração que pode ser grande e acabar gerando uma falta de segurança. “Outra coisa que me incomoda são as assembleias sempre lotadas e bagunçadas”, finaliza Osman.

 

5 vantagens dos condomínios

  1. Segurança

  2. Praticidade

  3. Tranquilidade com as crianças

  4. Menos taxa condominial

  5. Lazer para toda família

 

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi