Saúde

Exercício para o cérebro

Você exercita seu corpo e seus músculos. Mas sabia que é possível também exercitar o cérebro? Em 2006, depois de ter problema com o filho na escola, o empresário Antônio Carlos Guarini Perpétuo criou um método que iria ajudar muitas pessoas com problemas de memória e concentração.

menino apresentava baixo rendimento escolar, mesmo sendo um garoto inteligente e sociável. Inquieto, o pai começou a pesquisar fontes internacionais relacionadas ao exercício cerebral e encontrou a falta da concentração como um dos motivos do baixo rendimento escolar.

 

Exercício para o cérebro

Com seu filho, ele utilizou algumas ferramentas de raciocínio lógico, jogos de estratégia e exercícios para estimular a memória e a criatividade. A criança respondeu muito bem e melhorou muito. A partir daí ele começou o projeto para abranger os benefícios do método à idade adulta e à 3ª idade: o Método Supera, novidade que acaba de chegar ao Morumbi. Conversamos com a diretora da unidade, Herika Puríssimo, para saber como funciona esse método de exercício cerebral. Descobrimos que até pacientes com Alzheimer podem conseguir melhoras nos sintomas utilizando o método.


 

O que é ginástica cerebral?
Ginástica cerebral é toda atividade que tira o cérebro do piloto automático, forçando-o a ir além dos seus limites. O cérebro é um órgão que tende a ser preguiçoso e trabalhar em zona de conforto, mas quando estimulado, ele responde e melhora seu desempenho. Uma aeróbica dos neurônios.
 

 

Qual o principal objetivo do curso do método Supera?
O principal objetivo é o desenvolvimento pessoal através da potencialização das habilidades do cérebro. Exercitando as habilidades cerebrais e motivacionais, a pessoa passa a conduzir seu dia-a-dia com mais eficiência e aumenta sua produtividade, seja na escola, na vida profissional ou na vida pessoal.
 

Quem pode se beneficiar com o curso?
O método foi idealizado para ajudar as pessoas que querem potencializar sua capacidade cerebral para realizar suas atividades diárias com mais agilidade, concentração e criatividade para resolução de problemas. Por isso, sejam crianças, adolescentes, vestibulandos, adultos e, é claro, pessoas da 3ª idade podem fazer esse trabalho. Algumas pesquisas da neurociência já mostraram também que a estimulação dos neurônios pode retardar em até cinco anos o surgimento dos sintomas do Alzheimer. A ginástica para o cérebro é hoje uma das únicas formas, sem efeitos colaterais, de manter o cérebro ativo e a mente saudável.


Método Supera Morumbi
Rua Regente Leon Kaniefsky, 411
Tel.: 2626-3883

Comentários (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

Veja Também

REVISTA DOLCE

Edições anteriores

Veja as edições anteriores da revista Dolce Morumbi