Express yourself

A internet tornou a “era da informação” simplesmente fascinante! Tudo o que quisermos saber estará alguns cliques adiante – desde que sejam feitas as perguntas certas ao oráculo Google.

O grande paradoxo é que muitas vezes parece que, quanto mais informação as pessoas têm à disposição, mais difícil se torna a formar uma opinião. A questão se torna mais complexa quanto mais simples parece a pergunta, algo básico como, por exemplo, “o que é estilo? ”. Milhares de páginas surgirão à sua frente, cada uma trazendo a interpretação do autor e sua contribuição para que o leitor possa, enfim, formar a sua própria definição.

Estilo é, sem dúvida, uma palavra que só se completa quando se agrega outra palavrinha bem “básica” também: pessoal. Para ficar apenas no campo visual do estilo pessoal, o melhor é determinar a si mesmo: “express yourself”. Qual é a roupa, a cor, a postura, o “conjunto da obra” que faz com que você consiga expressar quem você é para o mundo? Para refletir, algumas dicas da jornalista e consultora Claudia Matarazzo:

1 A questão não é estar na moda, mas se sentir bem. É sempre possível encontrar pessoas vestidas com as melhores roupas de costureiros famosos e assim mesmo não parecem bonitas nem elegantes. Falta alguma coisa: estilo!
2 Estilo é diferente de moda: vem de dentro para fora. A moda passa, e o estilo não. O caminho para encontrar o seu próprio estilo é conhecer e aprender a combinar a sua personalidade com o seu visual.
3 Lembre-se: estilo não se compra como a moda, é adquirido através dos anos. E jamais copie o estilo de alguém. É muito importante cada pessoa encontrar o seu.
4 Eleja uma – ou mais – qualidades em você que lhe agradam e procure valorizá-la sempre. Acrescente a isso um ou dois itens como determinada cor ou acessório e torne-os obrigatórios em sua forma de vestir-se no dia a dia.
5 Uma vez produzido(a), faça o teste do espelho e do sofá. Se você gostar do que viu no espelho vá em frente e sente-se no sofá: se você estiver confortável e sentir-se bem, está no caminho certo.
6 O essencial de uma pessoa que tem estilo é ser fiel a si mesma. É por isso que ela tem estilo, e quem tem assume tudo. Até os seus pontos fracos. Faça dos seus pontos fracos o seu charme – não tente disfarçá-lo.
7 Se dentro de sua personalidade e do seu estilo a preferência é por calça jeans rasgada ou camiseta branca básica, os detalhes farão a diferença entre a elegância casual e um visual desleixado: use sapatos sempre bons e preste atenção na escolha das bolsas.

8 Para ser monocromático é preciso muito estilo: tudo de preto pode parecer o zorro e tudo branco, baiano em festas de final do ano. Não se esqueça que o estilo é uma espécie de marca registrada. Quem o adota deve ser fiel à ele por muito tempo. Assim, adote elementos que não “cansem”.

9 Xales, botas e calças de couro de cobra… Enfim, dos pés à cabeça com peças da moda e de grife nem mesmo com muito estilo. Combine algumas peças da moda com o seu próprio guarda-roupa. É o seu estilo!
10 Paciência: é preciso tempo e autoconhecimento para criar o seu estilo. Finalmente, você não é obrigada(o) a adotar um estilo marcante. Esse pode ser o seu estilo: uma pessoa de personalidade suave que se adapta ao momento e à moda com facilidade.

Artigos recomendados