Organizar-se para passar a quarentena é essencial para sua rotina diária

Organização é um assunto atemporal

Por Luciana Lauria

Estreio neste espaço em meio ao momento mais inusitado que já passei e imagino que muitos de vocês também. Em tempo de isolamento social nos voltamos para nós mesmos, para aqueles que convivem conosco e para nossa casa. Esse templo passou a ser moradia, escritório, escola, berçário. As novas configurações são inúmeras.

Essa pausa repentina bagunçou tanto nossa rotina que falar em organização se tornou necessário e até imperativo! Nos vimos com tempo livre para olhar com atenção quem convive conosco, a casa que moramos e fomos inundados de ideias do que fazer para convivermos com essa situação. Mas por onde começar?!

A primeira coisa que nos aparece e que, antes, sentíamos tanta falta e agora não estamos sabendo lidar, mas que sempre esteve ali, mal-usado, mal administrado ou totalmente tomado. Estou falando de algo inestimável: o tempo!

Vamos começar por aí? Valorizando o tempo. E como vamos fazer isso? Administrando bem. Nossas rotinas agora são uma somatória de coisas que fazíamos dentro e fora de casa sendo assim, temos que manter o cronograma bem distribuído pelos dias para que consigamos fazer todas as tarefas e melhor, reservarmos tempo nessa grade para não fazer nada! Descansar e relaxar entregando para nós mesmos momentos únicos de tranquilidade para nos refazermos para o próximo momento.

Tempo é precioso. Temos mais tempo e com organização desfrutamos dele! Organizar significa agir de maneira racional em favor do nosso tempo. O resultado é produtividade eficiente, com menor gasto de energia, facilidade de convívio, harmonia estética e vontade de estar naquele ambiente.

Sendo assim, um ótimo começo é organizar-se internamente. Crie um calendário com as rotinas a serem feitas. Deixe-o visível para você e para outras pessoas da casa (já que agora ela é sua moradia e escritório também e todos devem colaborar uns com os outros). Distribua tarefas se não mora sozinho e se mora, dívida melhor as atividades pelos dias para conseguir concluir suas atividades. A cada tarefa concluída assinale riscando com entusiasmo! Objetivo atingido e a sensação boa de sucesso! Vale fazer uma planilha, usar uma folha de papel em branco por dia ou até aqueles papeis com adesivos que dão muita versatilidade para excluir tarefas concluídas ou mudar as prioridades. Vale tudo. Desde que faça! E não esqueça de incluir as crianças nisso! Elas têm uma rotina e precisam continuar sentindo essa segurança. Elas podem ter seu próprio planejamento. Àqueles que já estão escrevendo, deixe que eles façam também uma lista. Eles vão sentir que fazem parte de maneira colaborativa, mantendo suas rotinas ativas.

Siga seu cronograma e perceba o que realmente faz sentido para você e para quem convive com você. A organização funciona para todos mas é personalizada. Encontre o que funciona aí e coloque em prática. Garanto que tirar o que tem a fazer da cabeça e listar vai fazer toda a diferença e se tornar um hábito.

Esse é só o começo e é simples. Papel, caneta, uma lista e ação! Estarei aqui quinzenalmente “falando” com vocês para ajudar a terem uma vida, de fato, mais organizada.

Até a próxima!

Luciana Lauria é Personal Organizer por amor ao propósito da organização, casada, mãe de uma linda moça e moradora do Morumbi.
WhatsApp: (11) 99381-2327
Você pode também saber um pouco mais desse universo em suas redes sociais.

Artigos recomendados