Passageiros de um falso lugar

Paulo Maia

Algo no horizonte disfarça o olhar
Fechado se esconde procurando evitar

Mente Exposta

Acontece uma em zil vezes admirar o amor quando este aparece
Sentir arrepios, medo, suar
Gerar emoções quando o sol chegar

Delirar é estar com a mente exposta às sensações que o mundo oferece
A loucura se manifesta e os olhos observam o espaço pensando em ficar

Anoitece e o sol já se foi
Que história é essa, meu amor?
O corpo está sozinho e eu já não sinto o toque da poesia nas minhas mãos

Acontece um milhão de vezes suportar a dor quando esta vem sem avisar
Rabiscar as velhas linhas e encontrar um caminho bem mais vulgar

O Charme

Ah! Quanto sonhar
Ter no sonho um livre olhar
Viver é bem mais prazer
É, a vida oferece sentimentos e faz e acontece
Um charme que nunca envelhece

Mas comigo é tão estranho um sussurro no ouvido
Quero mais. Não! Não me enlouqueça
As vidas são assim, porque assim são tratadas
Não! A dor não passa de uma coisa amarga e é amarga porque é infeliz

Ah! Quanto sentir
Ter no íntimo a noção de luzir
Você, tão doce e suave
Sim! Estou tão contente na estrada de um sentido inocente
O charme que tanto procuram

Mas o destino quis assim, brincadeiras de menino
Quero mais. Sim! E que o charme agora faça cena linda e gostosa
Sim! Que a vida passe inteira no cinema. Uma joia liberada, não censurada
O charme que nunca envelhece e que tanto procuram

Designed by Kjpargeter - Freepik

Transa

Quando estamos mesmo a sós, nossos corpos se dilatam
E procuram ofegantes uma paz alucinante

Sem demoras e sem dramas, não pecamos por tentar
Somos os mesmos na cama, mesmo que o teto seja o luar

E não importa o vulgar, se no vazio não está
É diferente e sem mistérios, pior não vai ficar

No seu corpo o infinito vem pedindo para eu entrar
Na ilusão ocorre um grito e de prazer vamos gozar

Nosso amor não faz história na mesmice habitual
Nossa vida só recorre a um prazer ocasional

Verdes Temporais

Ah! Nestes vales verdes
Quantos temporais
Nesta fortaleza
Quanta solidão
Um espaço no tempo
Refletindo um sonho
Eu sempre quis lhe dar
Minha juventude
Quis revigorar
Nestes vales verdes
No meu coração
Passou-se o tempo
E fiz esta canção
E quis cantar para você
O universo quente
Verdes temporais
Quis revigorar
A imaginação
Que voa no sonho
Desse espaço no tempo
Que tem nesta canção
Um convite da sorte
Que fortalece a paixão
Que sinto por você
Nestes temporais
Quis iluminar
Minha lucidez
Sabendo o porquê
De te amar

Designed by wirestock - Freepik

Delírio Casual

Um pouco de tolice à nossa cabeça
E que o real nunca nos enlouqueça
Descobrimos que o mal é uma besta
É um animal feroz solto na relva
Nas calçadas molhadas de São Paulo
No metrô que passa por baixo de ti
E em todos signos visuais

Seus sintomas me levam a crer
Nos ruídos da TV
Nos soldados a cavalo que passeiam
E não percebem a chuva
Não pisam no solo que é terra
Na vida comum, no bojo da terra
Em prédios que incendeiam a noite

Sente-se no topo do mundo
E faça-me rir, faça-me feliz
Neste gigantesco oásis bem no meio do país
E choramos juntos
Realçando a pintura dessa tribo
Em choque com os limites

O raiar da sedução
Encosta o corpo na parede
E as delícias do tesão
Caem tudo na mesma rede
A fiel encarnação do amor é febril
Bloqueia a mente e cala a boca no vazio

Um Falso Lugar

Reconheço o seu falar
No seu tom familiar
As palavras descem secas
Sabem mesmo respirar
Nas paredes pedras mórbidas
Neste particular

Sinto e ouço suas batidas
Uma ideia singular
Paro e penso no devoto
Pedra fria no altar
São seis horas, nunca é tarde
Nesse mesmo lugar

Esta vida não tem preço
Quase sempre é um tentar
Muitos vivem na certeza
De que o eterno vai vingar
Vivem disso, passageiros
De um falso lugar

Na derrota cairemos
No maldito mal-estar
Os estímulos do planeta
Sabem gesticular
E na vitória sentiremos
O vazio oscilar

Muitos vivem na certeza
De que a fase vai passar
Morrem nesta, passageiros
De um falso lugar

Paulo Maia é publicitário, um pensador livre e morador do Morumbi que mantém sua curiosidade sempre aguçada

Imagem destacada da Publicação: 
Designed by Evening_tao – Freepik

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Artigos recomendados