Vestibular chegando! E agora?

Por Cleire Bosio

Entre tantas situações de estresse vivenciadas na adolescência, o exame vestibular pode vir permeado de muitas angústias e incertezas diante das inúmeras possibilidades de escolha profissional. Simultaneamente, o vestibular representa o ritual de passagem para o mundo adulto e elaboração de uma nova identidade caracterizada por responsabilidades, desafios, conflitos internos e externos e papeis sociais. Observa-se neste contexto que a ansiedade dos vestibulandos toma conta de toda a família, interferindo em sua dinâmica durante todo o período que antecede a realização das provas. Durante a fase de preparação para o vestibular, é frequente observar no jovem alguns sintomas que podem desencadear dificuldade de concentração, inquietação, nervosismo, dor de cabeça, cansaço, desmotivação para os estudos, entre tantos outros sintomas.

Designed by pressfoto Freepik

O vestibular exige uma rotina de preparação que inclui dedicação aos estudos, mas também atenção aos aspectos emocionais envolvidos. E imprescindível que o jovem organize uma rotina de estudos e faça um cronograma diário de atividades logo que decidir prestar o vestibular. Quanto mais bem preparado o vestibulando estiver, menos ansioso e mais produtivo se sentirá no momento da prova. Outro aspecto importante deste momento é procurar esta experiência como um desafio e uma oportunidade de demonstrar todo o empenho, o conhecimento, a memória, o raciocínio e o equilíbrio emocional que o momento exige.

É importante salientar que o exame vestibular não representa uma avaliação de potencial cognitivo das pessoas e muito menos das suas possibilidades de sucesso e/ou fracasso como prova de eficiência na vida. A tão desejada aprovação no vestibular nos tempos atuais onde a concorrência, em muitas áreas é absurdamente acirrada, é uma conquista difícil. Diante de uma possível não aprovação no vestibular é fundamental que o jovem compreenda que cumpriu seu dever, fez seu melhor e que nenhum estudo é perdido. Afinal, a prova do vestibular é classificatória e não eliminatória para os diversos aspectos de uma vida.

Designed by Freepik

Seguem algumas sugestões de como controlar a ansiedade na hora da prova:

  1. Não estude para a prova na véspera. Comece a se preparar com antecedência.
  2. Procure fazer exercícios físicos com moderação nos dias que antecedem a prova. Isso reduz estresse.
  3. Alimente-se de forma saudável. Evite experiências gastronômicas na noite anterior.
  4. Tente dormir bem na noite anterior a prova. Quando dormimos bem, nos sentimos melhor.
  5. É prudente chegar com tempo ao local da prova. O atraso pode produzir ansiedade.
  6. Leia as instruções da prova com cuidado. Não hesite em tirar alguma dúvida com o supervisor.
  7. Tente calcular o tempo para resolução de cada questão. Administrar o tempo é fundamental.
  8. Anote algumas fórmulas ou dados estudados. Isso evita esquecê-los.
  9. Responda as questões mais fáceis primeiro. Não deixe se intimidar e deixe as mais difíceis por último.
  10. Caso sinta algum desconforto muscular durante a prova, flexione os ombros, pernas e pescoço.
  11. Caso se sinta angustiado e tenso, procure parar a prova por alguns instantes. Feche os olhos, respire calmamente, pense em coisas agradáveis até sentir-se mais calmo. Este momento de tranquilidade pode otimizar seu desempenho.

Desejo boa sorte e sucesso. Você está apenas iniciando um projeto de vida!

Cleire Bosio é psicóloga, formada pela Universidade de Santo Amaro, Unisa, em 2009. Especializada em Orientação Profissional e Personal & Professional Coach, certificada pela Sociedade Brasileira de Coaching, (2012).

www.cleirebosio.com.br
Telefone WhatsApp: +55 11 99111-0907
Instagram: @cleirebosio_psicologa

Imagem destacada da Publicação:
Designed by Freepik

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Artigos recomendados