Como a pandemia afeta a saúde financeira dos brasileiros

Consultor financeiro comenta sobre como a crise do Covid-19 afetou os investimentos

Os impactos do coronavírus não se restringem ao âmbito da saúde, e desde que os primeiros casos foram notificados no Brasil, a economia começou a sentir os sintomas da pandemia. De uma semana para outra, a bolsa de valores brasileira despencou, o dólar bateu recordes e até os investimentos no Tesouro Direto vacilaram um pouco. A situação incomum fez com que dúvidas e dilemas surgissem na mente das pessoas e de investidores. Para ajudar a elucidar esse momento econômico, Claudio Munhoz, consultor financeiro em São Paulo que atende pelo GetNinjas, maior aplicativo de contratação de serviços da América Latina, explica sobre o efeito da crise nos investimentos. Confira a seguir:

RENDA FIXA

A Renda Fixa é um tipo de investimento conhecido por sua segurança e por ter baixos riscos e volatilidade para os investidores. Porém, a crise do Covid-19 impactou o rendimento de tal investimento, pois o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduziu a Taxa Selic para 3,75% ao ano, o menor valor histórico. Além disso, outros investimentos em renda fixa indexados ao IPCA e CDI também sofreram quedas. Apesar do baque, os investidores não tiveram tanto prejuízo com a alteração da Taxa Selic. “Aqueles que investem em renda fixa não tiveram grandes perdas, e sim, deixaram de ganhar o que não significa propriamente um prejuízo”, comenta o consultor financeiro.

RENDA VARIÁVEL

Apesar de trazer ganhos mais expressivos em um menor espaço de tempo, se comparado com a Renda Fixa, a Renda Variável apresenta riscos mais altos para seus investidores. Sendo assim, o impacto da pandemia aumentou a volatilidade das ações. Quando essa volatilidade irá diminuir é uma questão que ainda não tem uma resposta definida, assim como o fim da pandemia. “Pode-se levar a crer que a crise na bolsa deve levar o mesmo prazo que a pandemia, cerca de 4 a 5 meses” projeta o profissional. Além disso, Cláudio pontua que a possibilidade de uma recessão pós-Coronavírus não deve ser descartada. Após esse momento de encolhimento da economia, a bolsa deve retomar no segundo semestre de 2020.

FEBRE DO OURO

Em momentos de instabilidade, é comum que o interesse dos investidores se guiem pela segurança e por isso, há maior compra de dólar, por exemplo. Porém, há outro tipo de ativo financeiro que oferece tanto rentabilidade quanto estabilidade: o ouro. Porém, antes de qualquer investimento por impulso, Cláudio recomenda que o interessado busque estudar e entender todas as nuances desse investimento. “O cuidado que se deve ter é exatamente conhecer bem suas características e tendências”, aconselha o consultor financeiro. Além disso, o profissional ressalta que para os investidores se reorganizarem financeiramente, é necessário consultar boas fontes de informações sobre finanças e que aprimorem a maneira de se pensar e investir o dinheiro.

Disponível para Android, iOS e web, o GetNinjas foi eleito, em 2017, pela Forbes Brasil como uma das empresas mais promissoras do Brasil. Atualmente, possui mais de 500 tipos de serviços disponíveis, que são realizados por profissionais de diversas áreas, como reformas, assistência técnica, moda e beleza, serviços domésticos, aulas, eventos, entre outros, e que atendem presencialmente e de forma remota. A empresa, que recebeu R$ 47 milhões de aporte de fundos como Monashees, Kaszek e Tiger Group, já está presente em mais de 3 mil cidades do Brasil, registra cerca de 4.5 milhões de pedidos de serviços ao ano, e conta com mais de 1,7 milhão de profissionais cadastrados. A startup também é membro da Associação Brasileira Online to Offline (ABO2O), além de integrar sua solução em parceria com grandes marcas, como Saint-Gobain, Pão de Açúcar, SENAI, Vivo Empresas, Cielo Pay, entre outros. O GetNinjas foi fundado em 2011 por Eduardo L’Hotellier, que atua como CEO – à frente das operações.

Colaboração de pauta:

Luana Ferreira
+55 11 98154 3330
[email protected]

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

Artigos recomendados