O Novo Ensino Médio

Por Bruno Oliveira

Em 27 de janeiro de 2021 entrou em vigor o Novo Ensino Médio, que trouxe muitas mudanças para todos os estudantes, professores e gestores de todo o Brasil. Este novo modelo foi criado e desenvolvido pelo MEC (Ministério da Educação) com o intuito de responder às vontades da sociedade brasileira. De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE em 2016, 72% dos brasileiros eram a favor de mudanças no Ensino Médio, 85% eram a favor da ampliação do número de escolas com tempo integral e 70% eram a favor de que os estudantes escolhessem as matérias em que iriam se aprofundar e pudessem optar pela formação técnica no Ensino Médio. Assim, em 2017 foi aprovada a lei do Novo Ensino Médio, com início em 2021.

O que muda?

Entre as maiores mudanças está o aumento do tempo em que estudantes e professores passarão desenvolvendo as aprendizagens necessárias. No Novo Ensino Médio, a carga horária mínima de todas as escolas é ampliada de 2400 para 3000 horas.

Outra mudança significativa é que agora estudantes escolherão em quais conhecimentos irão se aprofundar. Além das aprendizagens comuns e obrigatórias, definidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), os estudantes poderão escolher se aprofundar naquilo que mais se relaciona com seus interesses e talentos. São os itinerários formativos, relacionados às áreas do conhecimento (Matemática, Linguagens e Códigos, Ciências Humanas e Ciências da Natureza) e com a formação técnica e profissional.

A terceira grande mudança é a BNCC, citada anteriormente, um documento que descreve quais são as aprendizagens essenciais, ou seja, aquelas que todo estudante brasileiro tem o direito de desenvolver. Essas aprendizagens incluem conhecimentos relacionados a todas as disciplinas, além de competências importantes para a vida em sociedade.

Por fim, outra novidade para 2021 é o projeto de vida. O Novo Ensino Médio torna obrigatório que o projeto de vida dos estudantes seja desenvolvido em todas as escolas. Ou seja, serão desenvolvidas habilidades como ser cooperativo, saber defender suas ideias, entender as tecnologias, compreender, respeitar e analisar o mundo ao seu redor. Além disso, o estudante terá apoio para escolher os caminhos que irá seguir no próprio Ensino Médio em seu futuro pessoal e profissional.

A adaptação dos colégios ao Novo Ensino Médio

Como as demandas do Novo Ensino Médio deverão ser atendidas por todos os colégios, é evidente que algumas escolas terão mais facilidade para se adaptar ao novo formato, seja devido à disponibilidade de recursos ou quaisquer outros motivos. Com certeza escolas que se prepararam para essa grande mudança desde 2017, quando o projeto de lei foi aprovado, passarão por essa transição de forma estruturada, especialmente as que já adicionaram elementos do Novo Ensino Médio às aulas nesses 4 anos.

No Colégio Anglo Morumbi, onde a inovação é um de seus pilares, o Ensino Médio já conta com disciplinas eletivas nas primeiras e segundas séries, nas quais os alunos escolhem suas aulas de acordo com os seus interesses pessoais. No ano de 2021, os alunos poderão escolher entre Biotecnologia, Ciências Políticas e Debates, Youtube Creator, Educação Financeira, entre outras.

De maneira similar, ocorre a escolha dos itinerários formativos, os quais os alunos irão optar entre dois itinerários, Ciências Humanas e Linguagens e Ciências da Natureza.

O itinerário de Ciências Humanas e Linguagens abrange as disciplinas de observatório geográfico, núcleo de análises historiográficas, criação e estudo de artes e oficina de literatura, aprofundando temas específicos da área de humanidades.

Sala de aula no Colégio Anglo Morumbi | Divulgação

Em contrapartida, o itinerário de Ciências da Natureza abrange disciplinas de observatório de fenômenos biológicos, análise e investigações químicas, e oficina de física investigativa, para os estudantes que optarem por aprofundar seus conhecimentos no campo das ciências naturais e seguir carreiras nas áreas de biológicas, saúde, pesquisa química e física.

Ainda, no itinerário acadêmico básico, obrigatório para todos os alunos, foram acrescentadas as disciplinas de prática de argumentação e núcleo de investigação matemática, essenciais para qualquer profissão e carreira do futuro.

Além disso, o colégio também possui uma formação socioemocional para os estudantes no Ensino Médio, utilizando material que trabalha habilidades que serão utilizadas no desenvolvimento do projeto de vida dos alunos, presente no Novo Ensino Médio. Esta disciplina está relacionada à contribuição pessoal, única e significativa que cada aluno pode dar ao mundo, contribuindo na autocompreensão do aluno como cidadão na sociedade, desenvolvendo habilidades como empatia, escuta ativa, trabalho em equipe, resolução de conflitos, entre outros.

Uma coisa é certa para 2021: o Novo Ensino Médio é lei e estará presente em todo o sistema de ensino brasileiro. O Colégio Anglo Morumbi está pronto para esta transição, preparando o aluno para o presente, visando seu desenvolvimento a longo prazo.

Bruno Oliveira – Mestrando em Educação  – Assessor Ensino Médio
 @brunosgoliveira

R. Diogo Pereira, 324
Vila Suzana, São Paulo – SP
Telefone: (11) 3740-1000

Volta às aulas - Anglo Morumbi

A alegria voltou juntamente com os nossos alunos de forma híbrida. Estamos felizes e com muita esperança de que este ano será diferente e muito especial. Estamos atentos e seguindo todos os protocolos de saúde para que tudo seja feito com muito cuidado e segurança.
Bem-vindos!

Imagem destacada da Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Anterior
Próximo
Slider

Recommended Posts