Casamento é a realização do romance que sonha acordado

A palavra “elope”, em inglês, significa fuga sem retorno ao local de origem, algo como “fugir sem olhar para trás”. Ainda no século XIV “to elope” acabou sendo usado para designar um caso em que uma mulher deixou o marido para fugir com um amante. No século XIX, arroubos pela influência do romantismo inundava a imaginação e fervia a coragem de pessoas de paixões arrebatadoras, e então o termo já era bastante usado para descrever uma fuga para se casar, muitas vezes quando tal desejo contrariava predileções familiares ou de outros interesses. Os signos e a liturgia religiosa acabavam ficando em segundo plano, pois a fuga em si com o objetivo de se unir em nome do amor, da paixão vivida, era o que selava e dava significado à união.

Em alta há uns bons anos, o “Elopement Wedding”, sugere casar se em algum lugar distante, inusitado e, claro, romântico, com a presença apenas de alguns familiares e amigos. Enquanto uma cerimônia tradicional pensa em grande número de quantidade e é anunciada com muita antecedência, o “Elopement” preza pela discrição sobre a data e o lugar, e é amplamente anunciando somente depois de ocorrido.

Nestes tempos estranhos de pandemia, o formato oferecido pelo “Elopement” pode ser uma grande saída para ainda realizar o sonho do nosso casamento, mantendo ainda toda a simbologia e o significado que desejamos que este acontecimento tenha em nossa vida.

Com uma certa medida de alterações, um casamento mais discreto e com menos pessoas pode ser perfeitamente realizado. Aqui algumas dicas e sugestões para esta festa:

  • Checar a agenda das pessoas próximas para sua festa. Sendo um evento com poucos convidados, pode ser mais bem realizado entre segunda e sexta-feira, evitando finais de semana onde geralmente as pessoas podem ter outros compromissos, assim a escolha da data pode ser mais confortável e agradar a todos;
  • O fato de ser um evento menor não tira o peso da importância do planejamento com antecedência, afinal, ainda queremos que tudo ocorra da forma que queremos;
  • A praticidade e certas facilidades estão a seu favor, uma vez que não haverá necessidade de se ter vários fornecedores ou diversas reuniões com eles. Neste caso, a escolha de um lugar que tem boa experiência nesta área ajuda, pois sua assessoria já lhe auxilia em tudo que você vier a precisar;
  • Eventos com estas características não costumam ter banda ou pista de dança. Uma alternativa para que o ambiente fique ainda mais intimista e acolhedor é trazer a música ao vivo em forma de lounge, na recepção dos convidados e tocar ao longo da recepção músicas acústicas que façam parte da trajetória do casal;
  • A realização de um casamento é feita de diversas experiências: a prova do menu e doces que serão servidos aos convidados, as inúmeras sensações de escolher o vestido de noiva, a busca pelo local com o melhor cenário e decoração, e qual seria o melhor horário e idealizar as memórias que estarão registradas nas fotos são etapas que dão um significado especial. Em um “Elopement” ou mini Wedding esta busca não poderia ser diferente. O cenário dos sonhos ainda é um dos principais critérios para realizar a escolha do local do casamento;
  • Comunique, de forma sutil, a todos sobre a escolha do formato que irão se casar, pois isto ajuda a alinhar as expectativas dos convidados e a passar as informações de como se dará o evento;

Como já citado, considerar realizar o evento em dias menos tradicionais trazem vantagens na flexibilidade de horários, em relação ao início e término do evento, além de proporcionar melhores orçamentos e maior disponibilidade de espaços e fornecedores.

Nosso casamento deve ser um acontecimento especial e realizá-lo é fazer com que as coisas aconteçam dentro do momento e das condições em que vivemos, mas isso não significa abrir mão do quanto nossos sonhos e desejos significam. Quando fazemos as coisas com eles nos guiando e atentando para as possibilidades, temos emoções ímpares nos resultados que alcançamos. Com amor, dedicação e paciência, nos casamos como queremos.

Marlene Vargas Mairena Lutfi

Há 28 anos surgia o Recanto Santa Rita, local idealizado pela proprietária e diretora executiva Marlene Vargas Mairena Lutfi, que através de muito trabalho e dedicação, fez de seu sonho a realidade de muitos casais. Hoje o Recanto é referência no mercado de eventos para casamentos. Privilegiado por sua localização, atende os mais diversos e exigentes públicos, da grande São Paulo e litoral paulista, realizando casamentos, bodas, festas de aniversário e eventos corporativos. Cada evento recebe uma identidade diferente para que cada momento seja único. Com magia, profissionalismo, excelência e sofisticação o Recanto traz tranquilidade, requinte e segurança para quem opta em casar-se no campo, com infraestrutura que se adequa a qualquer clima, podendo acontecer em dias de sol ou com chuva, com três opções de altar. Seja sobre o deck da represa, no altar da piscina atravessando a passarela de cristal ou sob a cúpula. O Recanto faz os sonhos dos casais se concretizar atendendo com uma equipe altamente treinada e especializada. Tudo acompanhado de cardápios personalizados, assinado por chefs renomados e uma decoração impecável que nos faz transportar para um cenário de cinema.

Imagem destacadas na Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Artigos recomendados