A evolução do Ravioli e Capeletti

Cinara de Liz

E as noites frias estão cada dia mais frias e com elas uns caldos, sopas aparecem no jantar, mas para quem gosta de algo com mais sustância, recomendo buscar um bom capeletti. Então fui pesquisar as opções em nossa região pelas redes sociais e aplicativos. Nas redes de supermercado encontramos facilmente, assim como nos empórios.

Tradicional em nosso bairro, a Pasta Giardini foi uma das primeiras lembranças que veio à minha cabeça. Deve ter sido o primeiro lugar que comi capeletti no bairro. Mas de onde vem a ideia do Capeletti? A Masseria Família Fontanini explica em um de seus posts a origem desse delicioso prato. Texto bem interessante que transcrevo aqui:

As primeiras massas recheadas que temos registros na Itália é o ravióli, criado em meados do século 13 no norte do país. Seu formato era muito simples, um pastelzinho básico, quadradinho, ora recheado de queijo, ora de carne e até de legumes, entre os menos abastados. Eram iguarias e seduziam a todos que a eles tinham acesso, sem distinção de classe social, de nobres e bispos a frades e plebeus. Depois de cozidos, geravam uma bela confusão na hora de servir. Muito semelhantes no formato, ravióli de carne e de queijo se misturavam com facilidade antes de chegar à mesa. Foi então que um masseiro resolveu tomar uma atitude para não passar mais vergonha: os ravióli recheados de queijo manteriam seus formatos, quadradinhos, e os que levavam carne ganhariam o formato de pequenos triângulos. Pronto, genial, perfeito, sem mais confusão. Então, algumas décadas depois, um cidadão com anos e anos na cozinha resolveu fazer graça e enrolou uma dessas massinhas triangulares, retorceu suas pontas, puxou aqui, dobrou ali e deu a ele o aspecto de um pequeno capuz, semelhante a um chapeuzinho, criando o primeiro cappelletto” (Post do dia 2 de julho de 2020).

Amei essa explicação! Você encontra também na Paula Mesquita e também na Lia Giorno no shopping Jardim Sul. Conhece mais algum? Conta para mim! Chame nas redes sociais @cinaradeliz que será um prazer conhecer sua indicação.

Bora comer um capeletti bem quentinho. Até mais!

@pastagiardini
@masseriafamiliafontanini
@paulamesquitabuffet
@liarestaurante

Cinara de Liz é moradora do Morumbi e conhece muitos lugares para se comer no bairro.

Imagem destacada da Publicação

@masseriafamiliafontanini

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-abril-2021-banner (1)
vinheta-abril-2021-banner (2)
vinheta-abril-2021-banner (3)
vinheta-abril-2021-banner (4)
vinheta-abril-2021-banner (5)
vinheta-abril-2021-banner (6)
vinheta-abril-2021-banner (7)
vinheta-abril-2021-banner (8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados