Homenagem a Monteiro Lobato

Deborá Espasiani

25 de julho foi o Dia do Escritor Brasileiro e minha homenagem vai para Monteiro Lobato.

José Bento Renato Monteiro Lobato, nasceu aos 18 de abril de 1882 em Taubaté, São Paulo. Foi criado em um sítio e alfabetizado pela mãe. Era ativista, diretor, produtor e escritor brasileiro. Formou-se em direito, atuou como promotor público até se tornar fazendeiro após receber uma herança deixada pelo seu avô.

Importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções, seguiu seu precursor Figueiredo Pimentel – autor de contos da carochinha da literatura infantil brasileira. Ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis que constitui aproximadamente a metade da sua produção literária. A outra metade, consistindo em contos geralmente sobre temas brasileiros, artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, livros sobre a importância do ferro – ferro de 1931 e do petróleo – o escândalo do petróleo de 1936.

Escreveu um único romance, O Presidente Negro, que não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças. Destas, entre as mais famosas destaca-se Reinações de Narizinho de 1931, Caçadas de Pedrinho de 1933 e o Pica-Pau amarelo de 1939.

Diante de um novo estilo de vida, monteiro lobato passou a publicar seus primeiros contos em jornais e revistas, sendo que, posteriormente, reuniu uma série deles no livro Urupês, sua obra prima como escritor. Em uma época em que os livros brasileiros eram editados em paris ou Lisboa, Monteiro Lobato tornou-se também editor, passando a editar livros também no brasil e, com isso, ele implantou uma série de renovações nos livros didáticos e infantis, dedicando-se a um estilo de escrita com linguagem simples onde realidade e fantasia estão lado a lado.

Pode-se dizer que ele foi o precursor da literatura infantil no brasil. Suas personagens mais conhecidas são Emília – uma boneca de pano com sentimento e ideias independentes; Pedrinho – personagem que o autor se identifica quando criança; Visconde de Sabugosa – o Sábio de milho que tem atitudes de adulto; Cuca – vilã que aterroriza a todos do sítio; o Saci Pererê e outros personagens que fazem parte da famosa obra sítio do Pica-Pau amarelo. O Sítio do Pica-Pau Amarelo foi adaptado para a televisão nos anos 1970, tornando se um grande sucesso de público e crítica.

Faleceu em 04 de julho de 1948 em são Paulo, aos 66 anos.

Saiba mais assistindo ao programa!

Espero que gostem.
 
Assista esse e demais episódios no canal Deborá Histórica no YouTube!

Quer contar suas histórias ou algo interessante do bairro aqui? Envie seu relato para o e-mail [email protected] e podemos publicar!

Compartilhe com amigos, parentes, vizinhos.

Obrigada por assistir.

Até a próxima!

Seja você um patrocinador do programa Debora Histórica. Acesse o site www.deborahistorica.com.br e veja na página souvernirs e mande um e-mail para [email protected] ou ligue (11) 99724-1111

Assista, aproveite e curta!

Apoie e participe deste projeto “As memórias do seu bairro contadas por você” adquirindo um dos souvenirs. Saiba mais no site deborahistorica.com.br

Deborá Espasiani é moradora da Vila Sônia desde 1962, interessada pela história e memórias desta região em que teve seu nascimento na Fazenda Morumbi, onde conta o início de sua história neste vídeo do Programa Deborá Histórica
Secretária Executiva de profissão
Diretora, apresentadora e roteirista do Programa Deborá Histórica que vai ao ar no youtube todas às 5ª feiras às 6 horas.
Associada à Associação Comercial Distrital Sudoeste
Recebeu o Prêmio Mérito Profissional recebido em 19/10/2018 pela ABRASCI – Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura
Tem o título de Dama Comendadora recebido em 31/01/2019 pela Ordem dos Nobres Cavaleiros de São Paulo – Polícia Militar
Recebeu 0 Prêmio Excelência Mulher recebido em 19/03/2019 pela CIESP e também o
Prêmio Mérito Feminino recebido em 30/03/2020 pela pela ABRASCI – Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura
Autora de 16 cursos na área administrativa-financeira

Desde 2017 vem juntando documentos do Distrito da Vila Sônia / Morumbi para fins de contar a História e Memórias desta região no canal do YouTube Deborá Histórica e, em breve, no site www.deborahistórica.com.br
Amo história e memórias, amo entrevistar pessoas e ver o brilho em seus olhos quando lembram dos momentos que passaram em sua infância, adolescência.

Acompanhe a Deborá também em suas Redes Sociais:

Imagem destacada da Publicação

Autor Desconhecido, Domínio Público, via Wikimedia Commons

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-julho21-banner-(1)
vinheta-julho21-banner-(2)
vinheta-julho21-banner-(3)
vinheta-julho21-banner-(4)
vinheta-julho21-banner-(5)
vinheta-julho21-banner-(6)
vinheta-julho21-banner-(7)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados