Conheça 4 dicas para lidar com vizinhos barulhentos no seu condomínio

Uma das questões mais complexas – e corriqueiras – na vida em condomínio é, sem dúvidas, o barulho causado por vizinhos inconvenientes.

Do arrastar de móveis à gritaria, das pequenas obras aos intermináveis ensaios com instrumentos musicais: tudo pode ser motivo para o transtorno entre os moradores e a dor de cabeça do síndico.

Dados indicam que, só na capital paulista, o número de boletins de ocorrência por perturbação de sossego dobrou entre janeiro e outubro de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019. A quantidade surpreende: de 896 para 1.947 registros, representando um aumento de 117%.

Por isso, para te ajudar a evitar desentendimentos desnecessários, o CEO da Pag Condomínio Acácio Carvalho expõe algumas alternativas que podem ser certeiras na hora de lidar com esse tipo de situação no seu prédio. Confira!

Tenha uma boa conversa

Não é porque você está se sentindo incomodado com as práticas barulhentas do seu vizinho, que precisa partir para atitudes extremas. Afinal, muitas vezes, é possível que ele nem esteja ciente dos transtornos que tem causado. É por isso que, segundo Carvalho, a primeira atitude que você deve ter, a fim de solucionar o problema, é chamá-lo para uma conversa amigável. “Nela, é possível expor os seus pontos e encontrar uma solução que seja confortável para ambas as partes”, afirma.

Registre as infrações

Trata-se de um problema persistente? Registre tudo o que puder sobre as ocorrências – anotando dia e horário e gravando os barulhos, por exemplo. Assim, é possível comprovar o problema – o que faz com que as reclamações não pareçam uma perseguição pessoal.

Adapte o ambiente

“Para driblar os ruídos indesejados, é possível fazer algumas adaptações no seu apartamento, como a instalação de isolamento acústico. Outra opção é utilizar portas, janelas e basculantes com uma vedação eficaz, a fim de impedir a passagem de som”, indica Acácio. Acredite, você verá o valor do investimento a longo prazo.

Exija seus direitos

Sobre este ponto, o CEO é enfático ao lembrar que, normalmente, os condomínios têm regras claras sobre este tema. “Por isso, é importante estar informado sobre o que consta na Convenção do Condomínio para poder fazer valer suas regras, determinações e punições. Além disso, é possível utilizar a assembleia para apresentar o problema e buscar possíveis soluções”, finaliza.

O Pag Condomínio é  uma plataforma que viabiliza o pagamento dos condomínios via cartão de crédito, com vantagens para condomínios, moradores, síndicos e administradoras.

Para saber mais, acesse: https://www.pagcondominio.com/

Colaboração de pauta: 

Mayara Martins
[email protected]

 

Imagem destacada da Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-dolce-setembro21-banner-(1)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(2)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(3)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(4)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(5)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(6)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(7)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados