Qual o melhor tipo de empréstimo?

O empréstimo pode ser a solução para um momento de dificuldades financeiras ou quando queremos realizar um sonho. Mas é preciso estar atento às particularidades de cada tipo de empréstimo, pois as vantagens e desvantagens podem variar bastante de um tipo para outro.

Neste artigo, nós abordaremos as características dos principais tipos de empréstimo disponíveis no mercado, salientando o que cada um oferece de melhor para o consumidor. Você poderá, portanto, entender que tipo de empréstimo é mais adequado para o seu momento financeiro.

Afinal, existe um empréstimo melhor?

Não é possível determinar com segurança que existe um tipo de empréstimo melhor que todos os outros ou que seja preferível em todas as situações. Na verdade, o melhor empréstimo é aquele que se encaixa nas suas necessidades e no seu perfil financeiro.

Muitos podem argumentar, por exemplo, que o melhor empréstimo é o que conta com a menor taxa de juros. Mas o consumidor precisa levar em consideração outros fatores, como: qual o volume de crédito? Qual o prazo? É possível oferecer um bem como garantia? A instituição concede o empréstimo para negativados? Entre outros.

Quais as modalidades disponíveis?

Existe uma variedade considerável de empréstimos disponíveis no mercado. A seguir, trataremos das principais modalidades para pessoa física.

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é o tipo mais básico de empréstimo para pessoa física. Nele, o consumidor não precisa oferecer garantias, nem vincular o pagamento a alguma fonte de renda. Basta fornecer cópias de alguns documentos (como RG e comprovante de residência), passar por uma análise de crédito e escolher as opções de empréstimo que a instituição tem disponíveis.

O empréstimo pessoal se destaca pela facilidade de ser acessado, podendo ser contratado por um perfil amplo de consumidores, incluindo negativados. Por outro lado, o empréstimo pessoal tem alguns pontos negativos. A taxa de juros costuma ser alta, o volume de crédito pequeno e o prazo de pagamento pequeno também.

Empréstimo com garantia

Como o nome indica, nesta modalidade o consumidor oferece um bem como garantia de que as parcelas serão pagas regularmente. Normalmente, são oferecidos imóveis ou veículos como garantia para a operação.

Graças a isso, o consumidor tem acesso a um volume maior, com prazo de pagamento mais longo e taxas de juros menores. Por outro lado, há o risco (ainda que baixo) de perder o bem caso o empréstimo não seja quitado.

É importante diferenciar o empréstimo com garantia de imóvel e a hipoteca. No primeiro, ocorre a alienação fiduciária: a instituição se torna proprietária indireta do bem e o cliente pode continuar usufruindo dele normalmente, mas pode ser despejado em caso de inadimplência. Já na hipoteca online, o cliente continua com a posse legal do imóvel, que só pode ser passada para a instituição financeira após um processo judicial.

Veja também: Vale a pena um empréstimo com veículo em garantia?

Empréstimo consignado

No empréstimo consignado, as parcelas são descontadas automaticamente do salário ou benefício do cliente. Ele normalmente é disponibilizado para funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS e funcionários de empresas privadas com carteira assinada.

O empréstimo consignado também apresenta condições bem vantajosas: taxa de juros baixa, volume de crédito alto e possibilidade de parcelar em muitas vezes.

Empréstimo para autônomo

Profissionais autônomos podem ter certa dificuldade em conseguir crédito para seu negócio, mas é possível contratá-lo em condições vantajosas. O microcrédito, por exemplo, é uma boa opção de empréstimo para autônomos, especialmente aqueles oferecidos por grandes bancos e cooperativas de crédito.

Outras opções disponíveis para autônomos são: empréstimo pessoal, empréstimo com garantia de imóvel, empréstimo com garantia de veículo e penhor. Uma dica é tentar usar extratos das movimentações financeiras recentes como forma de facilitar a liberação do crédito.

Empréstimo sem comprovação de renda

Os empréstimos que não necessitam de comprovação de renda por parte do consumidor são aqueles em que é fornecido algum tipo de garantia diferente da renda. Os empréstimos com garantia, sobre os quais já falamos, estão neste grupo. Outros exemplos são: microcrédito (o patrimônio da empresa serve como garantia), penhor (um bem de grande valor é dado como garantia) e empréstimo com avalista (quando um terceiro avaliza o negócio).

Empréstimo para assalariado

Trabalhadores assalariados também podem conseguir crédito. Além dos empréstimos com garantia, o empréstimo consignado privado é uma boa opção para esse perfil. Nele, a empresa que emprega o trabalhador (ele deve ter vínculo empregatício) estabelece parceria com a instituição de crédito e autoriza a operação. Por fim, o empréstimo pessoal também é acessível para assalariados.

Como escolher o melhor para cada situação

Como já dissemos anteriormente, o melhor empréstimo é aquele que se encaixa nas nossas necessidades e no nosso perfil financeiro. É preciso, portanto, analisar a situação em que nos encontramos, a finalidade em que será usado o crédito e nossas possibilidades de quitá-lo.

O empréstimo pessoal, por exemplo, é indicado em situações de emergência, quando temos pressa de conseguir o dinheiro e não temos muitas garantias para dar.

O empréstimo com garantia de imóvel ou veículo é indicado quando precisamos de um volume de crédito maior e dispomos desses bens para dar como garantia.

Já o empréstimo consignado é indicado para funcionários públicos, trabalhadores assalariados e aposentados e pensionistas do INSS.

Além de escolher a modalidade de crédito mais adequada, o consumidor deve estar atento às condições do empréstimo, principalmente a taxa de juros, o prazo de pagamento e a forma de pagamento. Também é importante avaliar o CET (Custo Efetivo Total), que indica o custo total do empréstimo.

Cuidados a serem tomados

Antes de contratar um empréstimo o consumidor deve tomar alguns cuidados. É preciso avaliar detalhadamente todas as condições do empréstimo para evitar surpresas depois. É muito comum, por exemplo, clientes se surpreenderem com o tamanho das parcelas por não terem estudado o funcionamento da taxa de juros do empréstimo contratado.

O consumidor também deve refletir se as condições do empréstimo se encaixam na sua realidade financeira. E, em todo caso, é preciso fazer um planejamento financeiro, adequando o seu orçamento futuro de modo a dar conta de pagar as parcelas do empréstimo regularmente.

Onde conseguir o melhor empréstimo?

Uma dica para encontrar o melhor empréstimo é usar os simuladores de empréstimo. Neles, é possível realizar uma busca automática pelas melhores opções, compará-las detalhadamente, fazer uma simulação e até iniciar a contratação.

O Juros Baixos, inclusive, disponibiliza um dos melhores simuladores de empréstimo do Brasil. Confira agora mesmo!

Este artigo é um oferecimento de Juros Baixos – Soluções Financeiras Online

Maria Eduarda de Souza Padilha
[email protected]

abrakadabra-banner
touche-presenca-online-jan21-(2)
touche-presenca-online-jan21-(3)
touche-presenca-online-jan21-(4)
touche-presenca-online-jan21-(5)
presenca-online-campanha-touche (6)
Anterior
Próximo

Imagem destacada da Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-dolce-setembro21-banner-(1)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(2)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(3)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(4)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(5)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(6)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(7)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados