Guioza: o “pastel” chinês

Chef Bruna Nascimento

Olá, pessoal!

Vocês aí gostam de comida oriental? Chinesa também? Normalmente quando vamos ao restaurante japonês, principalmente em um rodízio, somos cercados por pratos quentes e frios que por muitas vezes não sabemos sua origem. Claro, pensamos que é japonês, mas nem sempre é assim.

Por exemplo, o Guioza, Yakissoba, Chop Suey é chinês, Poke é havaiano, e o cheese cream e maionese nos sushis são influência americana. Um grande susto né? Achamos que tudo é japonês e essa seria a lógica!

Outro detalhe também é que por muitas vezes o guioza é feito com massa de pastel e depois frito, o que não é o tradicional. A massa de guioza é supersimples de fazer e com pouquíssimos ingredientes, apenas farinha, água e banha de porco e o recheio podemos inventar diversas variedades. O mais importante é a técnica, fazer a massa no ponto correto e deixar descansando bastante tempo, abrir superfino, e saber dosar o recheio, nem muito e nem pouco.

Que tal ir para a cozinha esse domingo e fazer deliciosos guiozas?

Massa:

  • 250 gramas de farinha
  • 100 a 120 ml de água fervendo
  • 30 gramas de banha de porco

No processador ou em um bowl, coloque a farinha e a banha e aos poucos coloque a água quente, até que forme uma massa homogênea e que não grude nas mãos, passe plástico filme e deixe pelo menos 1 hora na geladeira.

Abra a massa bem fina, quase transparente e coloque com uma colher rasa o recheio, feche e leve a uma panela de vapor (panela com água e um escorredor de macarrão por cima, não deixe a água encostar no guioza. Leve para uma frigideira aquecida com óleo, e sele os pasteizinhos até que esteja dourado. Agora é só provar.

Recheio de Suíno:

  • 300 gramas de pernil moído (ou em cubos)
  • 1 cenoura ralada
  • 1 dente de alho
  • 100 gramas de acelga
  • Uma pitada de Hondashi, sal e pimenta
  • ¼ de maço de cebolinha
  • 2 colheres de sopa de shoyu
  • 1 colher de sopa de molho de ostra
  • 1 colher de sopa de óleo de gergelim
  • 1 colher de sopa de gergelim torrado

No processador coloque o porco e os temperos e processe bem até formar uma carne moída. Adicione a cenoura ralada e a acelga cortada finamente, acerte o sal se necessário.

Bom apetite e excelente domingo a todos!

Assista ao vídeo abaixo no Instagram:

https://www.instagram.com/tv/CNGblxNFCuA/?utm_medium=copy_link

Imagens cedidas por Chef Bruna Nascimento

Chef Bruna Nascimento é formada em Gastronomia pela Estácio de Sá; Trainee pela Alain Ducasse Formation; Pós-graduada em Gastronomia Funcional pela Famesp e tem também os cursos “A arte de cozinhar como um Chef” pela Le Cordon Bleu SP, “Confeitaria Fina e Panificação” pela Academia Bunge Pro e “Padaria Artesanal” pelo Projeto Estado de SP Lu Alckmin. É membro da Federação Italiana de Chefs e Cozinheiros.

 

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-dolce-setembro21-banner-(1)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(2)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(3)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(4)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(5)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(6)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(7)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados