Como as mulheres podem lidar com o estresse da rotina, o principal causador de problemas cardíacos

Especialistas explicam como a adoção de mini hábitos podem prevenir problemas cardíacos. Iniciativa faz parte da campanha Mulheres pelo Coração, da Fundación MAPFRE

Como identificar que o estresse está causando problemas na saúde? Como tratar esses sintomas e ter uma vida mais leve? Essas são perguntas feitas por muitas mulheres que enfrentam uma rotina cheia de compromissos e responsabilidades. Reforçando esse “sintoma”, a Sociedade Brasileira de Clínica Médica mapeou alguns hábitos de 692 mulheres, onde quase 55% das pesquisadas trabalham mais de 8 horas por dia, sem contar a rotina familiar e doméstica.

Uma rotina estressante e cansativa é a dura realidade de mulheres brasileiras, além de ser uma das principais causas para o infarto neste grupo. As médicas associam os ataques cardíacos em mulheres jovens principalmente ao estresse mental, emocional e psicossomático. A adoção de mini hábitos se torna essencial em uma rotina saudável, com a inclusão de atitudes que não irão atrapalhar os compromissos do dia a dia.

Como tratar esses sintomas e ter uma vida mais leve?

Algumas das sugestões feitas por médicos são: movimentar o corpo, ter uma alimentação balanceada, controlar o estresse e manter um sono de qualidade. “O foco é mostrar que a mudança é gradual e consciente, sem a necessidade de ir de zero a cem em poucos dias. Estamos propondo uma abordagem honesta, segura, com embasamento técnico e possível para mulheres de todas as idades”, explica Fátima Lima, representante da Fundación MAPFRE no Brasil.

A médica cardiologista do Hospital do Coração (HCor), Dra. Salete Nacif, explica que o estresse está totalmente relacionado ao risco cardiovascular, e o eixo entre cérebro e coração devem ser levados a sério. “Quando a paciente está muito estressada, adrenalizada ou com algum problema psiquiátrico ou psicológico como depressão e ansiedade, explicamos que isso pode afetar diretamente o coração, aumentando a frequência cardíaca e pressão, aumentando o risco de pressão alta, arritmia, infarto agudo do miocárdio e a própria síndrome do coração partido. Todas essas são doenças que estão relacionadas ao aumento do nível de estresse”, explica.

“A própria atividade física é um fator muito importante, pois libera endorfina e outras substâncias que acalmam e trazem uma sensação de bem-estar. Sugiro também a meditação, que possui comprovação científica no combate ao risco cardiovascular, e inclusive está entrando na diretriz brasileira de prevenção cardiovascular”, explica a cardiologista.

Imagem de kues1 no Freepik

Saiba mais sobre a ação Mulheres Pelo Coração

Visando levar conhecimento a mais mulheres, a Fundación MAPFRE traz para 2022, atividades estruturadas pensando em quatro eixos da saúde da mulher: esporte e movimento; alimentação balanceada; controle de estresse e sono de qualidade. As atividades incluem caminhadas orientadas por profissionais da educação física, aulões de yoga em parques públicos, além da distribuição de guias informativos sobre saúde do coração.

A ação acontecerá na primeira quinzena de novembro deste ano em São Paulo (SP), com exposições informativas nos metrôs da cidade, além de participação e apoio de embaixadoras oficiais. A programação completa está no site da Fundación MAPFRE e nas redes sociais.

Campanha: Mulheres pelo Coração

Fundación MAPFRE: @fundacionmapfrebrasil

Quando: Primeira quinzena de novembro

Onde: São Paulo (SP)

Fundada em 1975, a Fundación MAPFRE é uma organização sem fins lucrativos que tem o objetivo de materializar esforços para contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e do progresso social. A instituição trabalha em cinco áreas de atuação, sendo elas: Prevenção e Segurança Viária, Ação Social, Seguros e Previdência Social, Cultura e Ação Social.

Colaboração da pauta:

Casa Lab

Karolyne Antunes De Souza
karolyne@casalab.digital

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (1)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (2)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (3)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (4)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (5)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (6)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (7)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (8)
vinheta-janeiro-2012-banner-v1 (9)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados

Ainda não há comentários. Deixe o seu abaixo!


Deixe uma resposta