O que não podemos negar aos nossos filhos

Educação

por Claudia Alaminos

Como pais queremos dar tudo o que estiver ao nosso alcance aos nossos filhos, não é mesmo? Queremos sempre que nossos filhos tenham mais do que tivemos. Tenho visto que muitos pais se preocupam e investem para que seus filhos tenham uma autoestima elevada.

Certamente que uma boa autoestima é fundamental, entretanto, precisamos estar atentos e possibilitar a construção de um equilíbrio entre a elevação da autoestima dos nossos filhos e a clareza de que existem limites que são inegociáveis. Isso mesmo, a construção do equilíbrio entre auto-estima e limites é fundamental e não pode ser delegada nem à escola, nem à babá ou qualquer outra pessoa. Difícil? Sim. Mas absolutamente necessário.

Uma pessoa com boa autoestima tem identificação e avaliação positivas de si mesma, inclusive quando comete erros. Ela sabe que merece ser respeitada mesmo quando suas diferenças e dificuldades ficam evidentes. Isso tem um impacto positivo importante nos seus relacionamentos.

Por outro lado, uma autoestima sem limites pode levar ao egoísmo e à sensação de que tudo é possível o tempo todo. Desta maneira vive-se uma vida de exigências e frustrações. A criança ou o adolescente julga que as pessoas existem para servi-las.

O desequilíbrio quando não é visto pelos pais, invariavelmente aparece na escola e o mais grave, pode vir na forma de um diagnóstico. Muitas vezes uma baixa autoestima se parece com depressão ou com um distúrbio de aprendizagem. Já a falta de limites pode ser confundida com o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, o famoso TDAH.

A justa medida está em duas atitudes essenciais dos pais: firmeza e gentileza. Ser firme inclui estabelecer que algumas regras e valores são inegociáveis para a família, cumpri-los e exigir seu cumprimento. E ser gentil é reconhecer o que está correto, encorajar o bom relacionamento do filho com outras pessoas, familiares ou não, deixar claras as regras da família e também permitir que os filhos saibam que há consequências quando quebram estas regras. Estas consequências devem ser conhecidas antecipadamente e aplicadas com o objetivo de que a criança pense nas soluções para o erro que cometeu. Consequência deve ser diferente de uma lição e, principalmente de uma punição.

Isso exige uma boa dose de coerência e que os adultos saiam do piloto automático. Para nos ajudar a exercer nosso papel podemos sempre nos lembrar que a disciplina é um dos principais pilares da formação do caráter dos nossos filhos. Desejo coragem e perseverança a todos nós.

Abraços maternos.

Claudia é mulher, esposa, mãe (de um rapaz e dois gatos), fonoaudióloga, psicopedagoga, educadora parental em Disciplina Positiva, moradora do Morumbi e futura psicanalista.
Sem Educação nada é possível.
@claualaminos.

Jardim Sul ensina a pescar!

Shopping Jardim Sul é uma das parcerias em ações sociais da Fundação Projeto Pescar para a inicialização profissional de jovens em serviços do comércio

Até o dia 02 de março jovens podem se inscrever no Projeto Pescar que visa profissionalizar jovens entre 16 e 19 anos e abrir-lhes oportunidades no comércio, especialmente para os lojistas do Shopping Jardim Sul. Além da formação gratuita,  estes jovens poderão contar também com uniformes, transporte e alimentação durante o período que cursarem o Projeto.

As inscrições devem ser feitas pelo link: https://www.projetopescar.org.br/inscricoes/

Esta é uma das várias iniciativas que o Shopping promove para 2020, ano em que fará 30 anos de sua inauguração e de grandes serviços prestados para a comunidade. 

 

Escolas e escolhas

ESPECIAL

EDUCAÇÃO

Todos os pais sabem o quão importante é o momento de escolher a escola em que seu filho  vai estudar, afinal são muitos os fatores a serem  analisados! Desde a metodologia de ensino,  passando pelos valores familiares e chegando à personalidade da criança, é importante que se  encontre o equilíbrio que oferecerá à criança a tranquilidade que ela precisa para fazer aquilo  que para ela será mais importante: aprender.

Aqui no bairro há ótimas opções e, por isso  mesmo, a escolha pode ficar ainda mais  complexa. Para facilitar um pouco a sua, Dolce traz abaixo a apresentação de algumas das escolas da nossa região para  que você tenha a oportunidade de conhecê-las  melhor, bem como as principais propostas e  metodologias delas. Boa escolha!

Como lidar com as birras?

Até os 3 anos, há um predomínio na criança do lado direito do cérebro. Ou seja, a criança ainda está totalmente imersa em suas emoções, é muito intuitiva e não verbal. Nessa fase, não há controle dos impulsos nem autocompreensão. A criança encontra-se incapaz de controlar o corpo e suas emoções. No momento da birra, os pais devem agir com carinho e conforto. Acolher a criança e abraçar. O contato físico é muito importante. Direcionar a criança para outra coisa e tentar distrair. Apesar de ser comum em crianças menores, as maiores, quando estão em situações extremamentes perturbadoras, acabam também não conseguindo controlar seus impulsos. Outro tipo de birra, que ocorre com as crianças mais velhas, é quando elas decidem ter um “chilique”.  Ela resolve querer alguma coisa ou exigir algo e caso não seja atendida, tem a crise. Com muita gentileza, deve ser deixado claro que não haverá negociação. Por exemplo, dizer que entende que ela quer muito determinada coisa, que realmente é muito legal e você compreende. Mas que aquele não é o momento. Um limite firme deve ser oferecido, mas é extremamente importante que haja muita gentileza e clareza de toda a situação. Lembrem-se: para criarmos filhos emocionalmente saudáveis, precisamos cuidar primeiro de nós, pais!

Camila B. M. Corregiari
Psicóloga e Psicopedagoga
Rua Jandiatuba, 630 cj. 231 B
Empresarial Jardim Sul
Telefones:
(11) 3895-2814 e (11) 3895-2794

O desafio de equilibrar

ESPECIAL

EDUCAÇÃO

O mundo exige que o aluno desenvolva competências e habilidades ao longo da vida escolar como por exemplo pensamento crítico, criatividade, comunicação e ética e, a escola tem o desafio de equilibrar aprendizado, inovação, humanização das relações, tecnologia e resultados.

O colégio Anglo Morumbi tem como meta preparar o aluno para viver a vida hoje e isso se faz todos os dias, com uma escola vibrante, atual e envolvente. O colégio oferece o preparo necessário para os desafios da vida, pauta sua proposta pedagógica em três pilares: acadêmico, socioemocional e inovação. Reúne o que há de melhor para que os alunos alcancem suas metas e desenvolvam as suas potencialidades. Conta com professores especialistas e infraestrutura adaptada para cada idade.

A metodologia Aula dada, Aula estudada é incorporada à rotina do aluno e ganha destaque na seleção e aprofundamento dos conteúdos.

O mundo exige, no Anglo Morumbi acontece.

Colégio Anglo Morumbi / Rua Diogo Pereira, 324 / Telefone: (11) 3740-1000 / www.colegioanglomorumbi.com.br

Como se comunicar com crianças adolescentes

ESPECIAL

EDUCAÇÃO

www.taliandfriends.com.br 
Telefone: (11) 3740-2111

Você tenta puxar assunto com seu filho e pergunta como foi a escola. “Legal”. O que aprendeu hoje? “Nada”. Soa familiar? Receber estas respostas com frequência pode ser frustrante. Os professores da Tali and Friends, que oferece aulas particulares de inglês, só iniciam as atividades planejadas após uma conversa (em inglês) para entender como está o aluno naquele dia, gerando empatia e confiança, dois itens importantes para o aprendizado e deixam dicas de perguntas que podem virar uma boa conversa. Você ajudou alguém hoje? Com quem brincou no recreio? E com quem nunca brincou até hoje? Qual parte do seu dia você mais gostou? Qual a melhor notícia que poderia receber hoje? Qual foi o momento mais engraçado do seu dia? Se as crianças simplesmente não quiserem conversar, antes de insistir ou desistir, tente iniciar a conversa depois: durante outra atividade, no carro ou antes de dormir.

Conhecimento Acadêmico aliado à Formação Humana

ESPECIAL

EDUCAÇÃO

O Colégio Franciscano Pio XII desenvolve  o potencial de seus alunos com o  diferencial do conhecimento acadêmico  aliado à formação humana.

Da educação infantil ao ensino médio, são oferecidas vivências essenciais para que os estudantes tenham um excelente desempenho acadêmico e, ao mesmo tempo, se beneficiem dos valores da identidade franciscana, que se baseia em cooperação e compromisso socioambiental.

O programa bilíngue faz parte do curso regular da Educação Infantil ao 3º ano, e se estenderá a todo o Fundamental I. Em parceria com a University of Missouri, a partir do 6º ano é oferecido o curso Middle School, e a partir do 9º ano, o curso High School, proposta de certificação americana. Os Exames Cambridge English fazem parte da rotina de séries do Fundamental e do Ensino Médio, como parte do currículo.

A opção de Período integral atende alunos de 2 a 10 anos, com uma programação de atividades esportivas, culturais e acadêmicas.

Os estudantes contam com salas equipadas e laboratórios completos, incluindo o de iPad, e o Maker Space. o Fundamental I utiliza ainda a Sala de Aprendizagem Criativa, um projeto realizado em parceria com a Faber-Castell. As estruturas da Educação Infantil e Integral passam por reformulação e ampliação, e oferecerão, a partir de 2020, um espaço ainda mais estimulante e acolhedor.

Em 179 mil m2, com trechos de Mata Atlântica preservados, o Colégio conta com fazendinha, sistema de hidroponia, captação de água pluvial e energia solar, além de todo o complexo esportivo, que inclui quadras de vôlei de areia, entre muitos outros destaques.

Colégio Pio XII / Rua Colégio Pio XII, 233 / Morumbi / Telefone: (11) 3759-5050