Quem foram?

É com uma enorme intimidade que falamos esses nomes no nosso dia-a-dia. Mas, além de dar nome às nossas ruas, você sabe quem foram eles?

Matéria originalmente publicada no Almanaque Dolce 2016

Marechal Hastimphilo de Moura
1865•1956

Nasceu em Itapecuru Mirim e se tornou marechal brasileiro. Governou nosso estado por dois dias, como chefe da 2a Região Militar logo após a revolução de 1930.

Professor Francisco Morato
1868•1948

Nascido em Piracicaba no ano de 1868, o professor Francisco Morato foi um dos fundadores do Instituto da Ordem dos Advogados de São Paulo, professor da Faculdade de Direito de São Paulo e deputado federal em 1930. Além disso, exerceu cargos importantes como promotor público, inspetor escolar e provedor da Santa Casa de Misericórdia. Morreu em São Paulo em 1948.

Giovanni Gronchi 1887•1978

Ex-presidente da Itália (1955–1962), participou como voluntário da Primeira Guerra Mundial e ajudou a fundar o Partido Popular Católico Italiano. Em seu mandato, deu especial atenção à política externa e visitou o Brasil em 1958. Terminado o mandato tornou-se senador vitalício na condição de ex-presidente da república. Faleceu em Roma, em 1978, aos 91 anos de idade.

Charles Spencer Chaplin 1889•1977

Conhecido como “Carlitos”, Charles Chaplin foi ator, cineasta, dançarino, diretor e produtor. O mais famoso artista cinematográfico da era do cinema mudo ficou conhecido por suas mímicas e comédias do gênero pastelão, quase sempre caracterizado como “O Vagabundo”.

Lineu de Paula Machado 1880•1942

Lineu de Paula Machado foi um empresário brasileiro, fundador, junto com seu pai, dos Haras São José e Expedictus. Faleceu após assistir à vitória de uma égua de sua criação. Nessa ocasião, ele teria dito: “Agora já posso morrer”.

O Parque mais famoso:

Roberto Burle Marx | 1909 • 1994

Grande paisagista brasileiro, Burle Marx passou a desenvolver projetos paisagísticos com uso de plantas nativas, aproveitando as características naturais do Brasil, depois de um amigo pedir a ele um projeto de jardins e terraços. Burle Marx morreu em 1994, e durante a sua vida chegou a projetar mais de dois mil jardins

Guilherme Dumont Villares 1887•1957

Engenheiro civil, fez carreira na Light São Paulo (atual Eletropaulo). Foi também um grande benfeitor, enquanto provedor da Santa Casa e criador do Lar São Paulo, entidade que criou junto com sua esposa para receber os órfãos dos soldados da Revolução Constitucionalista de 1932. Também era sobrinho do “pai da aviação”, Santos Dumont. O colégio de mesmo nome está localizado no pomar da então residência de Guilherme – onde ainda há uma mangueira remanescente.

Cícero Pompeu de Toledo 1910•1959

Dirigente do São Paulo Futebol Clube, entrou para a política do clube em 1939 e, depois de oito anos, foi eleito presidente pela primeira vez e reeleito sucessivamente até 1957, quando deixou o cargo por problemas de saúde. Grande incentivador da construção do estádio do Morumbi, faleceu antes da inauguração do estádio.

Hebe Camargo 1929•2012

Conhecida como a “rainha da televisão brasileira”, foi atriz, cantora e apresentadora de televisão. Nasceu em Taubaté, interior de SP, e mudou-se com a família para a capital em 1943. Pioneira, estreou, em 1955, o primeiro programa feminino do Brasil, “O mundo é das mulheres”.

Carlos Queiroz Telles 1936•1993

Foi escritor, poeta e dramaturgo, e participou da fundação do Teatro Oficina, na década de 1960. Entre suas obras de maior expressão estão as peças “Muro de arrimo” e “A Bolsinha mágica de Marly Emboaba”. Foi premiado por duas vezes com o Molière. Também teve participação expressiva na televisão brasileira, como autor de alguns episódios da série “Carga pesada”.

Oscar Americano 1908•1974

Maria Luísa Ferraz Americano de Caldas (1918 -1972) foi uma mecenas brasileira das artes. Casou-se em 1937 com o engenheiro e empresário Oscar Americano de Caldas Filho (1908-1974), com quem morou numa chácara no então distante bairro do Morumbi, hoje Fundação Maria Luisa e Oscar Americano.

Dep. João Sussumu Hirata1914•1974

Deputado federal eleito por três vezes, defendeu medidas de incentivo à agricultura e aprovação de propostas que visavam a baratear o custo dos alimentos. Dessa forma, conseguiu aprovação para a construção de um entreposto no Jaguaré, o Ceagesp.

A praça mais famosa:

Vinicius de Moraes | 1913 • 1980 

O “poetinha” foi diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta, cantor e compositor. com uma vasta obra, que passa pela literatura, teatro, cinema e música. Na música, foi precursor da Bossa Nova, e teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.

Artigos recomendados