Há 35 anos continuamos sendo o mundo!

Há exatos 35 anos cerca de 45 artistas americanos, liderados por Michael Jackson e regidos pelo maestro Quincy Jones, se reuniam para gravar um dos maiores singles de todos os tempos. We Are The Word atingiu 7 milhões de cópias só nos Estados Unidos. A canção foi a peça principal de uma campanha mundial USA for Africa com o objetivo de arrecadar fundos para o combate à fome no continente africado, especialmente a Etiópia. O single foi lançado oficialmente em 7 de março de 1985 e imediatamente se tornou um sucesso mundial. O vídeo clipe que acompanhou o lançamento da canção é um desfile dos grandes nomes da música internacional. Assistir a reunião de artistas como Bob Dylan, Ray Charles, Diana Ross, Paul Simon, Cyndi Lauper, Bruce Springsteen, Stevie Wonder, Tina Turner, Bette Midler, além de Michael Jackson, entre tantos, ora cantando os versos da canção, ora no coro, nos hipnotiza e nos leva a balançar a cabeça no ritmo da melodia que se torna, como dizem os americanos catchy.

A iniciativa foi inspirada no evento Live Aid organizado pelo britânico Bob Geldof e já havia antes sido sugerida pelo ator Henry Belafonte, que já planejava doar a arrecadação para a organização que deu nome ao projeto “United Support of Artists for Africa” (USA for Africa).

O single rendeu cerca de 55 milhões de dólares à época e ajudou a desencadear diversas iniciativas semelhantes, inclusive no Brasil com o “Nordeste Já”.

A canção foi regravada em janeiro de 2010 depois do terremoto no Haiti com o mesmo objetivo de arrecadar fundos para ajudar nos reparos da tragédia e foi rebatizada como “We Are The World for Haiti”

Assista o vídeo no YouTube e você vai se pegar cantando junto e se emocionando com a canção e coreografia dos artistas. A autoria da canção foi creditada para Michael Jackson e Lionel Ritchie, mas quem de fato a concebeu quase que totalmente entre letra e música foi o primeiro. O Rei do Pop realmente sabia fazer hits de sucesso atemporal.

Capa do Álbum de 1985

Assista ao vídeo no YouTube

We Are The World 1985

Artigos recomendados