Um ano de quarentena: o saldo com poucas atividades físicas

Pesquisas revelam que a redução de atividades físicas e o pouco movimento podem impactar diretamente em doenças como diabetes e outras complicações venosas, principalmente na saúde das pernas

Em março, somamos um ano de quarentena por conta da pandemia do coronavírus. Muitos ainda permanecem em casa a maioria do tempo, o que também significa mais tempo parado e menos movimento. Especialistas estimam que a redução no nível de atividade física observada nos primeiros meses de quarentena pode gerar um aumento anual de mais 11,1 milhões de novos casos de diabetes tipo 2 e resultar em mais 1,7 milhão de mortes.

Estudo dos pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) revelam em um artigo publicado na revista Frontiers in Endocrinology que o confinamento das pessoas reduziu consideravelmente o nível de atividade física, aumentou o comportamento sedentário e piorou a qualidade da alimentação, o que pode ser preocupante a longo prazo.

Para chegar nessa conclusão, os pesquisadores usaram os dados de levantamento internacional realizado on-line por um grupo de 35 instituições de pesquisa de vários continentes. De acordo com os resultados, ainda preliminares, nos primeiros meses de confinamento houve redução de 35% no nível de atividade física e aumento de 28,6% nos comportamentos sedentários, como passar mais tempo sentado e deitado, além de maior ingestão de alimentos não saudáveis. Estudos anteriores já mostravam que a inatividade física foi responsável por cerca de 33 milhões de casos de diabetes tipo 2 em 2019 e 5,3 milhões de mortes em 2018.

De acordo com a OMS, adultos entre 18 e 64 anos, devem praticar, por semana, ao menos 150 minutos de exercício aeróbico moderado ou 75 de alta intensidade. Por isso, mesmo com o distanciamento e a necessidade de ficar em casa, é importante que as pessoas definam um período no dia dedicado à prática de exercício e a outras ações que auxiliem em uma quarentena mais saudável. Além dos riscos de doenças como diabetes, a diminuição de movimentos e muito tempo sentado pode ocasionar em problemas na saúde vascular, que, combinada com outras comorbidades, pode piorar o quadro clínico.

Segundo o médico Dr. Marcelo Eckert Zanoni, cirurgião vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, se movimentar dentro de casa precisa ser considerado parte da rotina. “Estamos vivendo uma pandemia de Covid-19, mas não podemos descuidar das outras doenças que podem surgir se pararmos de prestar atenção nelas”, indica.

Além da atividade física, o membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular recomenda:

  • Movimente-se em sua estação de trabalho:recomenda-se para quem trabalha sentado que, a cada meia hora, levante e realize alguma atividade leve, de dois a cinco minutos, como andar pela casa ou ambiente de trabalho, subir e descer escadas ou qualquer outra que seja possível.
  • Controle a alimentação:com a correria do dia a dia, estando sempre em casa, às vezes é difícil se dedicar e preparar refeições frescas diariamente, o que acaba nos levando a pratos prontos. Dedique um dia do final de semana para cozinhar para os dias da semana ou optar por pedidos de refeições frescas e que sejam balanceadas entre as vitaminas e proteínas necessárias.
  • Use meias de compressão graduada: a compressão graduada, além de promover conforto e bem-estar, auxilia no direcionamento correto do fluxo venoso e linfático de volta ao coração. Com isso, não ocorre o acúmulo de sangue na região inferior das pernas, permitindo uma nítida melhora na circulação, reduzindo a sensação de peso nas pernas, inchaços e outros sintomas. Existem meias de compressão de diferentes estilos e cores, como a linha Hoby, da SIGVARIS GROUP, empresa líder no mercado de acessórios de compressão graduada, que pode ser usada no dia a dia para trabalhar ou fazer qualquer outra atividade. Não esquenta, é confortável e colabora para uma circulação mais saudável.
  • Pratique exercícios: a atividade física deve ser uma de nossas prioridades e não estamos somente referindo-se a prática de esportes, mas desde a atividade fisioterápica até os treinos de força e de performance. Inúmeras patologias osteomusculares e pulmonares necessitam de fisioterapia para a sua recuperação e depois de atividade física progressiva. Os treinos online, pilates on line e fisioterapia on line ganharam força no último ano e tornaram-se alternativa interessantes. Busque orientação de profissional capacitado, acompanhe treinos gratuitos na internet e realize caminhadas próximas a sua casa, de máscara, e em lugares menos movimentados. Assim como o trabalho se adaptou, cuidar da saúde também deve ser uma prioridade.
Imagem por Geert Pieters em Unsplash

A SIGVARIS GROUP é uma empresa suíça de capital 100% familiar desde sua fundação e líder de mercado global na produção de meias médicas de compressão graduada, com o objetivo de promover saúde e qualidade de vida às pessoas, prevenir e tratar doenças venosas e proporcionar conforto em todos os momentos da vida. A empresa foi fundada em 1864 na cidade de Winterthur e, por aproximadamente 100 anos, produziu “tecidos emborrachados elásticos”, comercializado na Suíça e no Exterior. Entre 1958 e 1960, colaborou com o Dr. Karl Sigg para desenvolver meias médicas de compressão para melhorar a função venosa e aliviar os sintomas venosos. O portfólio de produtos foi ampliado em 2009 quando as linhas esportivas, de viagem e de bem-estar, dedicadas ao consumidor, foram acrescentadas à linha médica. As meias das linhas de viagem e bem-estar proporcionam uma função preventiva e aliviam os primeiros sintomas de problemas nas pernas, enquanto os produtos da linha esportiva apoiam o desempenho dos atletas e seu tempo de recuperação. No mundo, são 1,5 mil funcionários, em fábricas na Suíça, França, Brasil, Polônia e Estados Unidos, bem como subsidiárias integrais na Alemanha, Áustria, Reino Unido, Canadá, China, Austrália, México e Emirados Árabes Unidos, com atendimento a 70 países. No Brasil, são 200 funcionários em sua sede, em Jundiaí.

Outras informações

http://www.sigvaris.group
http://www.sigvaris.com.br
http://www.programasigmais.com.br/#/
http://www.facebook.com/sigvarisgroup.brasil/
http://www.instagram.com/sigvarisgroup.brasil
http://www.linkedin.com/company/sigvarisgroup-brasil
http://www.youtube.com/user/SigvarisBrasil

Colaboração da pauta:
CDI Comunicação
André Guerra

[email protected]
+ 55 11 3817 7907
Jorge Valério
[email protected]
+55 11 3817 8002
Anaísa Silva
[email protected]
+55 11 3817 7917

Imagem destacada da Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-abril-2021-banner (1)
vinheta-abril-2021-banner (2)
vinheta-abril-2021-banner (3)
vinheta-abril-2021-banner (4)
vinheta-abril-2021-banner (5)
vinheta-abril-2021-banner (6)
vinheta-abril-2021-banner (7)
vinheta-abril-2021-banner (8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados