Hoje tem um banquete!

Vamos falar sobre os(as) banqueteiros(as)? A definição é “Preparador(a) de banquetes” ou refeições caprichadas, profissional que organiza banquetes e jantares.

Temos muitos profissionais aqui no nosso bairro, espero poder falar de muitos! Para representar essa turma, precisava escolher um. Foi difícil mas, acho que para este começo escolhi bem, Jina Bahi da Brimadino. Certa vez ela me falou que prefere ser chamada de “Cozinheira Caseira”, pois atende desde pequenas porções até grandes jantares. Jina veio de Alepo, que fica ao norte da Síria, fez uma grande carreira executiva na área financeira nacional e internacional.

Lembro de ter tomando um chá da tarde com ela, quando a conheci e me encantei com sua história. Sobre sua paixão em cozinhar? Ah desde muito pequena, aos 8 anos ela já se enfiava na cozinha até a mãe pedir para sair. Bastava uma oportunidade e lá estava ela fazendo pratos típicos ou elaborando suas criações. A menina foi crescendo, fez 4 faculdades e muitas especializações na área financeira. O tempo passou e quando o mercado de trabalho a julgou “velha” para continuar no ramo,  ela abriu mão de tudo que investiu em sua carreira para cozinhar. 

Passou pelo constrangimento de ouvir “super qualificada para vaga, você precisa excluir algumas dessas qualificações”. Foi aí que entendeu que era hora de mudar. Jina fala mais de 6 idiomas, uma vida dedicada ao mercado financeiro.

Então um amigo, acostumado a comer na casa dela, pediu para fazer um jantar de comida árabe para 60 pessoas, mas que fosse enviado tudo para a casa dele. Jina estudou as porções, embalagens e deu tudo certo, foi um sucesso!

O jantar foi aqui no Morumbi, as pessoas amaram e começaram a divulgar as comidas maravilhosas da Jina. Se passaram 6 anos e hoje a Brimadino, marca da Jina Bahi, atende toda cidade, levando o nome do nosso bairro, mostrando que aqui tem muita comida boa! Detalhes que não posso deixar de contar… Ela não tem ajudante para lavar um copo! Prepara tudo pessoalmente, da escolha dos insumos, muitos deles raros e especiais, até a organização, limpeza e atendimento. Entrega desde pequenas porções de 250 gramas até quilos e quilos de uma comida muito caseira, saborosa e cheia de amor.

Um prato típico da sua cidade natal é o Mohamara, um patê frio feito de pimentões vermelhos, pimentas dedo de moça, nozes, tahine e extrato de romã.

Jina, se eu te conheço bem, vai chorar ao ler essa matéria, fica tranquila não estarás sozinha, vai ter muita telinha molhada, porque quem te conhece, sabe bem o ser humano que és!

Obrigada por levar o nome do bairro aos quatro cantos desse mundo! Obrigada por vir de tão longe, passar por tantas adversidades e mesmo assim nos entregar pratos deliciosos sorrindo e em sua melhor forma de ser, nossa cozinheira querida.

Quer saber mais sobre as comidinhas da Jina? Dá uma espiada no Instagram dela @brimadino ou pode chamar pelo WhatsApp: (011) 96444-7988

Artigos recomendados

1 Comment

  1. Amei essa história! Parabéns, Cinara! Parabéns revista Dolce Morumbi por essas oportunidades! Show!!!


Comments are closed for this article!