Como as empresas estão se preparando para superar o coronavírus

Saiba quais atitudes as empresas podem tomar para garantir a

contenção do vírus, mas manter a sustentabilidade dos negócios

Por Renata Spallicci

O mundo todo está em estado de atenção, em virtude da pandemia do Coronavírus. No Brasil, o problema se agravou no final da última semana, advindo da explosão de casos no País. Os governos federal e estadual vêm tomando medidas, como proibição de eventos esportivos e sociais, restrição de visitação em lugares públicos, entre outras ações.

E o universo corporativo também está se mobilizando para pensar soluções que possam ajudar a conter e mitigar os riscos da doença, sem comprometer totalmente o andamento dos trabalhos e da produção. Afinal, é importante sempre salientar que uma total parada das empresas traria prejuízos financeiros e sociais que podem ser tão graves ou até mais do que os efeitos do vírus.

Vale lembrar que ainda estamos vivendo uma situação de fragilidade econômica no Brasil e que uma parada total das atividades industriais e comerciais traria um efeito catastrófico para a vida de todos.

Pensando nisso e de posse da experiência que estou tendo na Apsen com nosso comitê de crise, resolvi listar algumas iniciativas de renomadas empresas do Brasil e do mundo, que podem ser adaptadas à realidade de as empresas, para evitar comprometer a sustentabilidade dos negócios, mas, ao mesmo tempo, ajudar a conter a propagação da doença.

Incentivo ao Home Office

Todas as atividades administrativas e comerciais que possam ser feitas remotamente devem ser incentivadas. Tirar pessoas do transporte público e do convívio diário em ambientes com muitas pessoas pode ajudar a conter a transmissão do vírus. 

Distribuir álcool gel em diversos pontos da empresa

Tenha em vários locais da empresa pontos com embalagens de álcool gel e comunique seus funcionários sobre a necessidade de fazer uso do produto diversas vezes ao dia.

Preferir reuniões com fornecedores e clientes através de comunicação remota

Sempre que possível opte em fazer reuniões por ferramentas como Skype, Hangout, entre outras e evite reuniões presenciais.

Não fazer reuniões com mais de dez pessoas

Se a reunião presencial for indispensável, linite ao máximo em dez pessoas participantes e escolha lugares bem ventilados. Instrua a todos para evitar apertos de mão.

Ter mais cuidado com o cafezinho

Dobre a atenção em áreas como copas e refeitórios, procedendo com a higienização de copos, xícaras, pratos e talheres. 

Garantir a dispensa imediata

Caso algum colaborador apresente qualquer sintoma de gripe, como coriza, febre, tosse, dispense-o imediatamente.

Atenção com a biometria

Se sua empresa usa biometria, mantenha álcool gel nas proximidades para que as pessoas façam uso antes e depois de utilizarem o equipamento.

Saber que informação é chave

Disponibilize o máximo de informações possíveis para seus funcionários sobre o tema. Afinal, uma das maiores armas que temos para conter o vírus é a colaboração de todos. 

Sempre tendo em vista que a saúde deve ser sempre a nossa preocupação número um, não podemos esquecer que temos também que pensar estratégias para mitigar os riscos para toda a sociedade também pensando nos impactos sociais e econômicos.

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

Artigos recomendados