A tradição da Ceia de Natal

Renato Du Valle

Uma data muito especial e esperada por todos é a ceia natalina, que está ligada à última ceia de Cristo ao lado de seus discípulos e que talvez realmente tenha alguma relação.

Porém, segundo a literatura, a Ceia de Natal originou-se do antigo costume europeu de deixar as portas das casas abertas no dia de Natal para receber viajantes e peregrinos, e estes, juntamente com a família hospedeira, confraternizavam aquela data tão significativa para os cristãos.

A comemoração era preparada com muita comida, composta por diversos pratos. Essa tradição foi se espalhando pelo mundo e cada região acrescentou uma particularidade local, como, por exemplo, os norte-americanos incluíram o peru e a salada Waldorf; os portugueses trouxeram a rabanada, o bacalhau e o leitão assado (ou leitão da Bairrada); já os espanhóis contribuíram com o Salpicón de frango ou de vaca.

Esta peculiaridade de receber pessoas nesta data passou a fazer parte dos costumes de outros países, como no Brasil. E uma típica ceia brasileira que se preza, vem com peru, leitão, arroz, farofa, castanhas, nozes, salada tropical, frutas (em especial aquelas exclusivas daqui), bolinhos de bacalhau, pudim de leite condensado, panetone de frutas ou chocolate, manjar de coco com calda de ameixas e claro, o pavê de frutas, geralmente com pêssego, abacaxi e morango e, de quebra, ainda acrescentamos as castanhas com bombons.

Muitas famílias optam em comprar sua ceia ou contratam profissionais para fazer em suas casas. Como é de esperar, o Natal está chegando, então vale apena reunir a família, amigos e vizinhos para confraternização. Comprar os presentes, escolher o menu, contratar um chefe de cozinha (como eu aqui, claro) e aguardar o grande dia para festejar.

Até a próxima!

Renato Du Valle é brasileiro e casado. Tem especialização em culinária britânica e francesa. Possui MBA em gestão gastronômica o que lhe confere oferecer consultoria na elaboração de cardápios e em seus modelos de custos e precificação.

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Artigos recomendados