Comida Boa no Morumbi

Cinara de Liz

Como é bom ver um projeto crescer e ser reconhecido depois de algum tempo. Digo isso não apenas por ter sido convidada a falar do “Comida Boa no Morumbi” no portal digital da Record, o R7, que saiu essa semana com o tema “Como ajudar o pequenos negócios do bairro na pandemia“, mas também por ter recebido tantas mensagens carinhosas em meu WhatsApp, inbox e nas redes sociais. Mesmo com tanto esforço da turma da gastronomia, que mal tem tempo para si, receber deles um “obrigado pelo seu grupo e seu apoio” faz valer a pena qualquer pequena ação. Foram clientes, amigos, vizinhos, conhecidos e até desconhecidos.

Digo clientes pois, abri uma representação comercial e fui trabalhar vendendo carnes para restaurantes, bares e padarias, três meses antes do início da pandemia. Justo quando eu queria servir quem serve, vem a pandemia e deixa tudo muito mais difícil. Mesmo assim segui em frente, horas trabalhadas em prospecções e apresentações de produtos ou cotações e outras aprovando posts no grupo, tentando divulgar o que havia no delivery, ouvindo vários amigos dizerem “o que será de nós?”. Eu tinha acabado de aceitar o convite para escrever esta coluna e estava tão empolgada com tanta comida para apresentar a todos.

Um ano passou e perdemos tantas pessoas, tantos negócios, empregos… Foram tantos “desculpe o desabafo” que ouvi e ainda ouço… E teve muito choro, desespero, tristeza, cada qual com seu motivo. Parece brincadeira do meu destino, mas e o deles? O que será de todos aqueles que já fizeram tantas coisas gostosas, lugares bacanas, encontros e experiências felizes para nós?

Venho insistindo para que tenhamos um olhar mais atento ao nosso comércio, que vinha enfrentando dificuldades há muitos anos, com crises atrás de crises e via no fatídico ano de 2020, assim como eu, uma nova fase, com muita esperança que seria boa, com crescimento e de respiro. E respirar ficou muito mais complexo. A única forma de ajudarmos é tentar consumir dos lugares que ainda lutam para permanecerem ativos. A gastronomia valoriza seu bairro, não a despreze como se não fosse essencial. Não é só sobre um cardápio bem elaborado, uma boa carta de vinhos. São empregos, famílias que dependem desse movimento todo para sobreviver.  Fora nosso conforto em comer bem pertinho de casa, poder ir a pé, escolher lugares diante de muitas opções que hoje estão sem saber o que vai ser. Tantos investimentos em segurança ao produzir, adaptações, testes e reformulações não podem ser desconsiderados.

Se cada um fizer a sua parte, salvaremos boa parte desse bem. Tudo que você consumir e gostar, repete a compra assim que puder, comente com seus amigos, mande mensagem no WhatsApp deles e indique nem que for para um amigo. Compartilhe suas boas experiências. Se tem um grupo no seu condomínio, divulgue. Se não for pedir muito, publique ao menos uma frase em suas redes sociais. Se tiver uma foto bacana, será a glória!

Coisas boas acontecem em volta de uma mesa. Se ainda não conseguimos ir aos lugares, que seja em nossa casa, com um delivery. Nos alimentamos, saciamos a fome, degustamos com prazer. Faça da sua casa um pedacinho do seu restaurante ou lugar preferido.

Força pessoal! E que tenha muita comida boa no Morumbi e aqui na Dolce!

Até mais!

@cinaradeliz

Cinara de Liz é moradora do Morumbi e conhece muitos lugares para se comer no bairro.

Imagem destacada da Publicação

Divulgação Record R7

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Anterior
Próximo
Slider

Artigos recomendados

Ainda não há comentários. Deixe o seu abaixo!


Deixe uma resposta