Às margens do horror: ato, ruptura e futuro

"Ato analítico e afirmação da vida", livro organizado pelo Fórum do Campo Lacaniano de Fortaleza e lançado pela Aller Editora, reúne ensaios de renomados psicanalistas sobre como o ato analítico aponta para a ruptura com o passado e o desejo pelo futuro

No seminário dedicado ao ato analítico, Lacan compara este à travessia que César fez do Rubicão, rio que percorre apenas 29 km e que nenhum exército deveria cruzar para entrar em Roma. Com alto valor simbólico e baixo valor concreto, o Rubicão fazia todos recuarem. Cruzá-lo implicava libertar-se de seus significados anteriores e elaborar novos. Essa é proposta da obra “Ato analítico e afirmação da vida”, organizada pelo Fórum do Campo Lacaniano de Fortaleza e publicada pela Aller Editora.

Pandemia, morte, destruição ambiental, necropolítica e violência são fatores de uma angústia coletiva que, para muitos, parece inescapável. Mas não o é, afirmam os autores do livro. Embora o ato analítico instaure um antes e um depois para o paciente, as vias para esse fim são tortuosas e imprevisíveis, bordejam as margens do horror que levam à harmonia.

Assim, a afirmação da vida está conectada ao ato, pois seu vetor aponta sempre para o futuro, algo que o mundo contemporâneo vê escassear. É necessário elaborar uma resposta à angústia, fazer-lhe frente, romper com seus preceitos. E, por isso, o ato une ética e subversão, elementos que podem ser excludentes no discurso comum, mas que, para a psicanálise, se complementam.

Com textos de psicanalistas como Bernard Nominé, Lia Silveira, Zilda Machado e Sandra Berta, “Ato analítico e afirmação da vida” repousa sobre um paradoxo diante do qual o analista não retrocede: avançar no desejo, apesar do medo e da angústia.

Ato analítico e Afirmação da Vida

ISBN: 978-65-87399-31-7
ISBN ebook: 978-65-87399-28-7
Formato: Brochura – 14x21cm
Peso: 160g
Páginas: 192
Idioma: Português
Editora: Aller Editora
Edição: 1ª edição
Gênero: Psicanálise
Livro físico: R$ 49,90
Livro digital: R$ 32,44

Autores: Andréa Brunetto, Bernard Nominé, Lia Carneiro Silveira, Zilda Machado, Julieta De Battista, Ercilia Maria Soares Souza, Elynes Barros Lima, Andrea Helena Pereira Rodrigues, Osvaldo Costa Martins, Sandra Berta, Thalita Castello Branco Fontenele, Francisco Paiva Filho, Raissa Dantas, Isloany Machado, Lincoln Shaycoln Teixeira Santos e Dêdê, Ana Paula Fagundes Bezerra, Luis Achilles Rodrigues Furtado, Renata Santiago

Formada pela psicanalista Fernanda Zacharewicz e pelo jornalista e publisher Omar Souza, a Aller Editora oferece em seu catálogo obras que se debruçam sobre os temas cruciais da teoria e da prática clínica, desde seus fundamentos até as repercussões dos debates atuais sobre o sujeito contemporâneo. Inspirada pelo verbo francês aller, que significa “ir”, a casa editorial convida leitores, atuantes na área de psicanálise ou não, a percorrer caminhos que cruzam fronteiras e a embarcar nesse desafio que é ler como movimento.

Colaboração da pauta:

Enxame de Comunicação

Caroline Arnold
[email protected]
+55 11 96476-2941
@enxame.comunicacao

Imagem destacada da Publicação

Assine

Nossa Newsletter

Inscreva-se para receber nossos últimos artigos.

Conheça nossa política de privacidade

vinheta-dolce-setembro21-banner-(1)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(2)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(3)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(4)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(5)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(6)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(7)
vinheta-dolce-setembro21-banner-(8)
Anterior
Próximo

Artigos recomendados